Ficha do Filme

A HISTÓRIA DE ADELE H.

(L'Histoire D'Adèle H, 1975)

Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa
Adèle Hugo (Isabelle Adjani), filha do escritor Victor Hugo, é abandonada pelo tenente Pinson (Bruce Robinson), por quem estava perdidamente apaixonada. Em 1861, ele deixa o país para servir na base de Halifax, no Canadá, e já não se lembra mais de Adèle. Ela o atormenta a ponto de anunciar o casamento dos dois num jornal local, provocando o rompimento da união dele com a filha de um juiz. Doente, sem recursos, ela empreende uma perseguição implacável que resulta em sua própria loucura.

Vote

COMPARTILHE:

FICHA TÉCNICA

Gênero: Romance

Direção: François Truffaut

Roteiro: François Truffaut, Jean Gruault, Suzanne Schiffman

Elenco: Bruce Robinson, Isabelle Adjani, Sylvia Marriot

Produção: Les Films du Carrosse

Fotografia: Néstor Almendros

Trilha Sonora: Maurice Jaubert

Duração: 97 min.

Ano: 1975

País: França

Cor: Colorido

Classificação: 14 anos

Informação complementar: Do romance de Frances V. Guille

IMAGENS

CRÍTICA

por Celso Sabadin

1863. A jovem e bela Lewly (Isabelle Adjani) viaja da França até o Canadá à procura do Tenente Pinson (Bruce Robinson), por quem está perdidamente apaixonada. Porém, Pinson não corresponde ao amor da moça, e faz de tudo para deixá-la sem esperanças. Lewly não desanima e, completamente obsessiva, está disposta a tudo para não abrir mão deste amor, nem que para isso ela tenha de viajar metade do planeta. O que quase ninguém sabe, contudo, é que na realidade "Lewly" é o pseudônimo de Adele Hugo, a segunda filha do grande poeta francês Victor Hugo.

Dirigido por François Truffaut, A História de Adele H. tem roteiro de Jean Gruault (o mesmo roteirista de Jules et Jim), que estruturou o filme a partir dos diários da verdadeira Adele Hugo. Na época do seu lançamento - 1975 - o filme obteve uma grande repercussão internacional, recebendo inclusive vários prêmios importantes nos Estados Unidos. No auge de seus 20 anos, Isabelle Adjani chegou até a ser indicada para o Oscar de atriz, mas perdeu a estatueta para Louise Fletcher, de Um Estranho no Ninho.

É inegável, contudo, que nos dias de hoje A História de Adele H. perdeu bastante de sua força. Não apenas pelo estilo muitas vezes arrastado e teatral de Truffaut, como também pelo tema do amor obsessivo e destrutivo, que acabou ganhando várias releituras nas últimas décadas. De qualquer maneira, é um clássico a ser conferido (ou revisto) na tela grande do cinema.


22 de novembro de 2000
------------------------------------------------------
Celso Sabadin é jornalista especializado em cinema desde 1980. Atualmente é crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão e do Canal 21. Às sextas-feiras é colunista do Cineclick. celsosabadin@cineclick.com.br

COMENTAR

comments powered by Disqus
Parceiro R7