Ficha do Filme

AS AVENTURAS DE AGAMENON, O REPÓRTER

(As Aventuras de Agamenon, o Repórter, 2011)

Estrela ativa Estrela ativa Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa Estrela inativa

DVD

BLU-RAY

Estreia

06/01/2012

Um falso documentário, uma comédia sobre a vida do lendário jornalista Agamenon Mendes Pedreira (Hubert), personagem fictício que assina a coluna publicada na edição dominical do jornal O Globo. Agamenon é um jornalista que teria nascido no final do século 19 e estaria vivo até hoje, estando presente em diversos momentos importantes históricos do século 20, tendo sempre uma versão única dos acontecimentos. Participações especiais de Fernando Henrique Cardoso, Jô Soares, Paulo Coelho e Caetano Veloso, que dão depoimentos antológicos sobre o repórter.

Vote

COMPARTILHE:

FICHA TÉCNICA

Gênero: Comédia

Direção: Victor Lopes

Roteiro: Hubert, Marcelo Madureira

Elenco: Alcione Mazzeo, Fernanda Montenegro, Hubert, João Barone, Luana Piovani, Marcelo Adnet, Marcelo Madureira, Miéle, Pedro Bial, Rui Castro

Produção: Flávio Tambellini

Duração: 74 min.

Ano: 2011

País: Brasil

Cor: Colorido

Estreia: 06/01/2012 (Brasil)

Distribuidora: Downtown Filmes / Paris Filmes / RioFilme

Estúdio: Globo Filmes / Tambellini Filmes

Classificação: 14 anos

Informação complementar: Narradora: Fernanda Montenegro

EXTRAS

- Menu Interativo
- Seleção de Cenas
- Áudio: Português Dolby Digital 5.1
- Legendas: Português e Inglês
- Formato de Tela: Widescreen
- Menu Interativo
- Seleção de Cenas
- Áudio: Português Dolby Digital 5.1
- Legendas: Português e Inglês
- Formato de Tela: Widescreen

CRÍTICA

por Edu Fernandes

Apenas pelo trailer e comerciais de televisão, muitas pessoas estão temerosas em arriscar-se em uma sessão de As Aventuras de Agamenon, o Repórter antes mesmo de sua estreia. Depois do filme assistido, a tendência é perceber que o medo é totalmente justificado.

O roteiro é apenas uma coleção de esquetes, muitas delas requentadas de programas de televisão, na tentativa desesperada de arrancar o riso do público com piadas que muitas vezes não funcionam. A história que dá o mínimo suporte para todas essas brincadeirinhas infames acompanha o personagem-título, um jornalista que colabora com O Globo e que tem um senso de ética distorcido. Mesmo com a índole pouco respeitável, Agamenon acompanhou muitos eventos históricos importantes durante o século XX. Esses falsos furos são mostrados no filme pela manipulação de imagens de arquivo por efeitos visuais no estilo de Forrest Gump – O Contador de Histórias (1994). Assim, Agamenon “contracena” com figuras históricas como o ditador nazista Adolf Hitler e o cientista Albert Einstein, por exemplo.

Em sua juventude, o repórter é interpretado pelo comediante Marcelo Adnet (Onde Está a Felicidade?). O filme aposta em sua comicidade e absurdo para não precisar envelhecer os personagens com o passar das décadas. O protagonista é o único que muda de aparência e só porque foi exposto a altas doses de radioatividade enquanto acompanhava o bombardeio de Hiroshima. A partir desse ponto, o papel é defendido por Hubert, que também assina o roteiro com o colega de Casseta & Planeta Marcelo Madureira.

Portanto, a presença de Adnet parece apenas mais uma evidência da exagerada ânsia cômica de As Aventuras de Agamenon. Sua fama deve atrair espectadores, mas seu talento musical para paródias é explorado em apenas uma cena – que é meramente uma reciclagem do quadro Gaiola das Cabeçudas, desempenhado por Marcelo no programa Comédia MTV.

Outras presenças ilustres no elenco do filme são as participações de figuras públicas como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o escritor Paulo Coelho e o colunista Nelson Motta. Eles dão falsos depoimentos acerca de Agamenon em passagens pseudo-documentais colocadas no decorrer do filme quando convenientes. Completa o time Luana Piovani (Família Vende Tudo), no papel da esposa do anti-herói. Sua presença parece ser para ocupar a vaga de gostosa da vez e agradar os olhos do público masculino.

Os depoimentos e as inserções históricas com imagens de arquivo são a parte documental de As Aventuras de Agamenon, mas o filme trilha muitos outros caminhos e perde qualquer possibilidade de manter a coesão dramática. Em outros momentos, ganha ares de cinebiografia, especial televisivo ou comédia escrachada.

No meio de toda essa mistura destemperada, algumas esquetes podem conseguir risadas do público, o que normalmente gera a enganosa sensação de que se viu um filme satisfatório. Essa ilusão é a única chance de As Aventuras de Agamenon sobreviver no circuito de salas de cinema.


COMENTAR

comments powered by Disqus

CURIOSIDADES

Baseado no personagem criado pelo comerciante Hubert no jornal O Globo.
Parceiro R7