2 MAIS 2

2 MAIS 2

(Dos Más Dos)

2012 , 108 MIN.

14 anos

Gênero: Comédia

Estréia: 17/05/2013

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Diego Kaplan

    Equipe técnica

    Roteiro: Daniel Cúparo, Juan Vera

    Produção: Alejandro Cacetta, Juan Pablo Galli, Juan Vera

    Fotografia: Félix Monti

    Trilha Sonora: Iván Wyszogrod

    Estúdio: Instituto Nacional de Cine y Artes Audiovisuales (INCAA), Patagonik Film Group, Pol-Ka Producciones

    Distribuidora: Paris Filmes

  • Crítica

    15/05/2013 15h46

    Por Daniel Reininger

    2 Mais 2, do estreante diretor Diego Kaplan, foi o filme de maior sucesso na Argentina em 2012 e tem tudo para agradar o público brasileiro. Com tom leve, o longa aborda tabus e o conservadorismo com uma história apimentada que mistura, na medida certa, drama e comédia.

    O roteiro de Daniel Cúparo e Juan Vera mostra o casal Richard (John Minujín) e Betina (Carla Peterson) revelando aos amigos de longa data, Diego (Adrián Suar) e Emilia (Julieta Díaz), serem praticantes do Swing, a famosa troca de casais. A partir daí, a reservada mãe de família começar a infernizar seu marido conservador para tentarem a novidade, como forma de apimentar seu morno relacionamento.

    A ideia é trabalhada de maneira sutil e divertida, com muito humor e, é claro, não faltam cenas provocantes. Apesar das sequências divertidas e sensuais, a narrativa tenta claramente evitar o juízo de valor, mas eventualmente pende para um dos lados. Só que o diretor tanta deixar claro que não pretende discutir a liberdade sexual, apenas quer contar uma boa história.

    O maior mérito da produção é o trabalho impecável dos atores. Os dois casais estão ótimos, porém é Adrián Suar no papel do recatado Diego que comanda as principais cenas. Sua relutância em participar da troca de casais gera situações impagáveis.

    2 Mais 2
    é, acima de tudo, uma sátira sobre relacionamentos. Não somente de casais, embora escancare problemas comuns do casamento e levante dúvidas sobre as diferentes maneiras de resolver situações do dia-a-dia, mas também das relações de amizade. Richard e Adrián deixam transparecer desgaste entre eles e a inveja pela vida do outro atrapalha até as conversas mais simples.

    O filme perde o fôlego em sua parte final, a qual ainda contradiz o discurso inicial. Personagens começam a agir de forma inesperada e circunstâncias apresentadas anteriormente perdem o sentido diante das mudanças bruscas de comportamento. Isso não chega a tira o brilho do longa, entretanto é uma guinada inesperada e descenecessária.

    Nas questões técnicas a produção é bem trabalhada, apesar de nada excepcional. A trilha acompanha bem o clima de cada cena e a montagem garante o impacto narrativo ao alternar situações relevantes para cada movimento da trama. A fotografia, por sua vez, alterna momentos inspirados e de visual padrão, bem estilo seriados de TV, mas nada comprometedor - olhos destreinados não vão reparar nesses detalhes.

    O trunfo de 2 Mais 2 é a naturalidade com que assuntos polêmicos são tratados. Vale a pena ir ao cinema conhecer esses quatro personagens, testemunhar suas desventuras e dar boas risadas com diálogos bem bolados.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus