2046 - OS SEGREDOS DO AMOR

2046 - OS SEGREDOS DO AMOR

(2046)

2004 , 129 MIN.

Gênero: Ficção Científica

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Kar Wai Wong

    Equipe técnica

    Roteiro: Kar Wai Wong

    Produção: Kar Wai Wong

    Fotografia: Christopher Doyle, Pun-Leung Kwan, Yiu-Fai Lai

    Trilha Sonora: Peer Raben, Shigeru Umebayashi

    Estúdio: Columbia Pictures Corporation

    Elenco

    Carina Lau, Chen Chang, Faye Wong, Jie Dong, Li Gong, Maggie Cheung, Ping Lam Siu, Takuya Kimura, Thongchai McIntyre, Tony Leung Chiu Wai, Wang Sum, Ziyi Zhang

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Você já ouviu falar que o amor tem seu tempo ou algo do gênero? Com certeza. Os tramites do amor são misteriosos demais para que entendamos. Mas a gente tenta. Como faz o cineasta chinês Wong Kar Wai. Em 2046 - Segredos Do Amor. Aqui, ele explora o amor atemporal de forma belíssima, como sabe fazer muito bem.

    Mo Wan Chow (Tony Leung Chiu Wai) - mesmo personagem de Amor À Flor da Pele (2000), longa-metragem anterior do diretor - é um jornalista que mora num hotel em Hong Kong, durante a década de 60. Enquanto escreve um livro de ficção sobre um trem misterioso que viaja ao ano de 2046, conhece uma série de mulheres que o fazem pensar em seu passado amoroso, no presente e também no futuro. Entre elas estão sua vizinha de quarto, Bai Ling (Zhang Ziyi), e a filha do dono do hotel, Wang Jing Wen (Faye Wong).

    Valorizando a questão atemporal do sentimento, 2046 - Segredos Do Amor percorre tempos invisíveis e nos leva ao ano de 2046 que se passa na mente do protagonista, preso à solidão de seu quarto. Tanto que, no final, não é esclarecido se o trem que leva os moradores ao futuro é somente fruto da imaginação de Mo Wan Chow ou real. O que, na realidade, não importa muito. 2046 - Segredos Do Amor é uma fábula de encher os olhos e - com o perdão da pieguice - o coração do espectador. Afinal, é realmente difícil ficar longe da pieguice quando se fala de amor. Está aí um dos virtuosismos do cinema de Wong Kar Wai, que consegue falar sobre esse sentimento de forma tão digna, criativa e bela.

    A fotografia de 2046 - Segredos Do Amor é um personagem à parte. Dirigida por Christopher Doyle, antigo parceiro de Wong Kar Wai, também leva assinatura de Kwan Pun Leung e Yiu-Fai Lai. As cores, predominantemente fortes, são incrementadas pelo figurino estonteante e, claro, as belíssimas atrizes que fazem parte do elenco do filme de Wong Kar Wai. A questão da solidão está sempre presente na vida dos personagens de 2046 - Segredos Do Amor, como se estivessem somente acompanhados pela câmera, que toma o papel de confidente nessas histórias de encontros e, principalmente, desencontros amorosos.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus