3 HOMENS E UMA NOITE FRIA

3 HOMENS E UMA NOITE FRIA

(Kolme viisasta miestä/ Three Wise Men)

2008 , 105 MIN.

12 anos

Gênero: Drama

Estréia: 19/11/2010

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Mika Kaurismäki

    Equipe técnica

    Roteiro: Mika Kaurismäki, Petri Karra

    Produção: Mika Kaurismäki

    Fotografia: Rauno Ronkainen

    Estúdio: Marianna Films, Yleisradio (YLE)

    Distribuidora: Imovision

    Elenco

    Irina Björklund, Kari Heiskanen, Pertti Sveholm, Timo TorikkaI

  • Crítica

    19/11/2010 12h20

    Irmão mais velho do também cineasta Aki Kaurismäki (Luzes na Escuridão), o finlandês Mika Kaurismäki mostra que tem correndo nas veias um sangue mais quente do que seu fratello. Enquanto Aki usa a paisagem gélida de seu país para fazer filmes não menos gélidos, Mika, com 3 Homens e Uma Noite Fria, mostra que, mesmo com tanto gelo e cinza, no peito de seus personagens bate um coração que sofre, e muito.

    Três amigos que não se veem há tempos se encontram para encher a cara na noite de Natal. Cada um tem uma razão diferente para afogar as mágoas na cachaça, quer dizer, na vodka. Matti (Pertti Sveholm) é um policial que acaba de se tornar pai depois dos 50; Erkki (Kari Heiskanen), um galã inveterado, sofre de uma doença incurável e cansou de viver; Rauno (Timo Torikka) foi para a França trabalhar como ator, mas deixou para trás uma família arruinada.

    Fala-se muito em 3 Homens e Uma Noite Fria. Os personagens também cantam, sem medo de cair no ridículo, canções populares de seu país que falam tudo sobre o sofrimento de suas vidas. Se não têm a coragem necessária para dizer todas as verdades que passam pelas suas cabeças, ao menos extravasam num palco sem público. E dá-lhe vodka!

    3 Homens e Uma Noite Fria começa muito bem na apresentação de Matti, do charmoso Erkki e do destruído Rauno. Entre os 15 e 30 minutos de filme, o desenvolvimento cai um pouco, com personagens em uma trama que gira em falso. Dali em diante, o filme cresce ao mergulhar na miséria de seus personagens. Cortam-se as aparências e vai-se direto na essência.

    Quando chega lá, 3 Homens e Uma Noite Fria torna-se um sincero filme sobre as dores da humanidade e um irônico retrato sobre a amizade. Quem se interessa pela temática e está disposto a ver uma ambientação diferente a esse tipo de história vai se encontrar no filme de Mika Kaurismäki.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus