40 DIAS E 40 NOITES

40 DIAS E 40 NOITES

(40 Days and 40 Nights)

2001 ,

Gênero: Comédia

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Michael Lehmann

    Equipe técnica

    Roteiro: Rob Perez

    Produção: Eric Fellner, Michael London, Tim Bevan

    Fotografia: Elliot Davis

    Trilha Sonora: Rolfe Kent

    Elenco

    Chris Gauthier, Dylan Neal, Emmanuelle Vaugier, Josh Hartnett, Maggie Gyllenhaal, Michelle Harrison, Paolo Costanzo, Shannyn Sossamon

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Comédias com temática sexual podem, sim, ser bastante divertidas, sem necessariamente apelar para baixarias e piadas de mau gosto. É isso que prova o simpático 40 Dias e 40 Noites, romance cômico estrelado por Josh Hartnett (de Pearl Harbor) e pela bela havaiana Shannyn Sossamon, a revelação de Coração de Cavaleiro.

    Josh intepreta Matt, um rapaz que não consegue superar o fora que levou da noiva. Como numa espécie de vingança contra o sexo feminino, ele passa a dormir com praticamente todas as mulheres que caem na sua teia. Uma obsessão que o impede de encontrar o verdadeiro amor. Depois de um tempo, cansado de fazer sexo sem envolvimento emocional, Matt parte para uma solução radical: tentar passar 40 dias e 40 noites sem nenhum tipo de sexo. Nem o solitário. Seus amigos acreditam que ele não conseguirá e criam até uma bolsa internacional de apostas via Internet. O clima é de Copa do Mundo. A vida sexual de Matt passa a ser a grande torcida de seus colegas.

    Escrito pelo estreante Rob Perez e dirigido por Michael Lehmann (que já havia realizado outra boa comédia romântica, Feito Cães e Gatos), 40 Dias e 40 Noites traz um tipo de humor muito mais sintonizado com o gosto britânico que com o norte-americano. Mesmo tendo o sexo como o principal assunto de todo o roteiro, o filme não ofende o bom gosto do público. Na contra-mão do "estilo Farrelly", esta co-produção entre Estados Unidos, Inglaterra e França diverte com classe e estilo.

    Demonstrando que o público consumidor de cinema não é tão infantilizado como os produtores querem acreditar, Dias e 40 Noites fez bonito nas bilheterias: faturou US$ 38 milhões (quase duas vezes e meia o seu custo) só nos EUA, ainda sem contabilizar os resultados europeus.

    28 de maio de 2002
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista e crítico de cinema da Rádio CBN. Às sextas-feiras, é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus