À BEIRA DO ABISMO (2012)

À BEIRA DO ABISMO (2012)

(Man on a Ledge)

2012 , 109 MIN.

14 anos

Gênero: Ação

Estréia: 03/02/2012

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Asger Leth

    Equipe técnica

    Roteiro: Pablo F. Fenjves

    Produção: Lorenzo di Bonaventura, Mark Vahradian

    Fotografia: Paul Cameron

    Trilha Sonora: Henry Jackman

    Estúdio: Di Bonaventura Pictures, Summit Entertainment

    Distribuidora: Paris Filmes

    Elenco

    Afton Williamson, Alex Ziwak, Anthony Mackie, Brett G. Smith, Ed Harris, Edward Burns, Elizabeth Banks, Erryn Arkin, Frank Pando, Genesis Rodriguez, Geoffrey Cantor, J. Bernard Calloway, Jabari Gray, James Yaegashi, Jamie Bell, Jeff Grossman, Jimmy Palumbo, Joe Urban, John Cenatiempo, Johnathan Hallgrey, Johnny Solo, Jonah Falcon, Kyra Sedgwick, Liz Holtan, Naeem Uzimann, Pooja Kumar, Sam Worthington, William Sadler

  • Crítica

    31/01/2012 22h30

    Se for necessário um claro exemplo de thriller, À Beira do Abismo traz todos os elementos para compreender o gênero. A história foi montada meticulosamente para enquadrar-se no gosto dos apreciadores desse filão. Para completar, os realizadores tomaram decisões acertadas para manter a tônica.

    Sam Worthington (Fúria de Titãs) já provou seu carisma junto a esse público. Ele é escalado para interpretar Nick, um policial que foi preso por roubar um diamante, crime que ele nega ter cometido. Na prisão, Nick é informado que seu pai morreu do coração e recebe autorização para sair da cadeia por um dia. No enterro, seu irmão (Jamie Bel, de As Aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne) o acusa de ser responsável pela morte do pai. Os dois brigam e, no meio da confusão, Nick consegue escapar.

    Nessa apresentação temos um tipo clássico de herói de thriller de ação: um foragido que sofre a perda de um ente querido e quer provar sua inocência. Esse tipo de personagem leva adiante histórias empolgantes, como no filme O Fugitivo (1993).

    Dias depois da fuga, Nick aluga um quarto de hotel e pede uma refeição pomposa. O ex-policial acaba de comer e se dirige à janela. Ele fica do lado de fora do prédio e ameaça se matar. Antes disso, ele tomou cuidado para que nenhuma impressão digital sua fique no quarto, o que mostra que o protagonista tem em mente algo mais complexo do que um suicídio.

    A partir daí, com o mistério armado, o espectador já está fisgado. Tudo que À Beira do Abismo precisa fazer é alimentar o interesse de sua plateia. Para isso, há os personagens secundários. Nick alega que foi preso por causa de uma armação de David Englander (Ed Harris, de Caminho da Liberdade), um empresário ambicioso. Tem-se o embate entre Davi e Golias como motivação.

    Não demora muito para que policiais cerquem o prédio. Eis mais uma figura para dar tempero à história: Nick exige que as negociações sejam feitas pela policial Lydia Mercer (Elizabeth Banks, de 72 Horas). A conversa entre ela e o ex-policial suicida serve para termos mais informações sobre o passado do protagonista e para criar um vínculo com o passado da própria Lydia.

    Finalmente, considerando que a maioria da plateia de À Beira do Abismo é formado por homens, há a presença de Angie (Genesis Rodriguez, do seriado Entourage), a namorada do irmão de Nick. O roteiro arruma uma maneira de exibir as curvas da morena em lingerie, nem que para isso tenha que desviar um pouco sua narrativa.

    O saldo final é eficiente, mas efêmero. À Beira do Abismo segue tão piamente a fórmula de thriller que não sobra espaço para criar algo que o faça se destacar no meio de outros filmes do mesmo tipo.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus