A CIDADE PERDIDA

A CIDADE PERDIDA

(The Lost City)

2005 , 143 MIN.

14 anos

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Andy Garcia

    Equipe técnica

    Roteiro: G. Cabrera Infante

    Produção: Andy Garcia, Frank Mancuso Jr

    Fotografia: Emmanuel Kadosh

    Estúdio: Lionsgate Films

    Elenco

    Andy Garcia, Bill Murray, Dominik García-Lorido, Dustin Hoffman, Enrique Murciano, Inés Sastre, Jsu Garcia, Juan Fernández, Nestor Carbonell, Steven Bauer, Tomas Milian, Victor Rivers

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Famoso como ator, o cubano radicado nos EUA Andy Garcia flerta com a direção cinematográfica há alguns anos. Ele já realizou um documentário e dois filmes para a TV e, no ano passado, se aventurou no longa-metragem para cinema A Cidade Perdida, que estréia agora no Brasil.

    Que desastre! Andy acalentou o projeto por 16 anos, conseguiu levantar US$ 10 milhões com quatro produtoras capitaneadas pela LionsGate e não obteve o retorno nem de 30% deste valor nas bilheterias. Fora o aspecto financeiro, cinematograficamente falando, A Cidade Perdida é um dos piores filmes do ano. Talvez o pior. Pretensioso, longo (140 minutos) e arrastado, o filme tenta montar um painel da Cuba do final dos anos 50, para em seguida tentar vender a idéia que a Revolução de Fidel foi injusta e carniceira. Política à parte, o filme tem uma narrativa tosca, roteiro frágil com personagens confusamente desenvolvidos e alguns dos mais insossos diálogos do cinema moderno. Seu ritmo truncado tem estética de uma minissérie de cinco capítulos que foi - mal - editada para duas horas e tanto. Tem sabor de um novelão mexicano... ou melhor, cubano.

    Como diretor, Andy Garcia é um ótimo ator.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus