A Cilada

A CILADA

(The Art of War)

2000 , 117 MIN.

14 anos

Gênero: Ação

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Christian Duguay

    Equipe técnica

    Roteiro: Simon Davis Barry, Wayne Beach

    Produção: Nicolas Clermont

    Fotografia: Pierre Gill

    Trilha Sonora: Normand Corbeil

    Elenco

    Anne Archer, Cary-Hiroyuki tagawa, Donald Sutherland, James Hong, Liliana Komorowska, Marie Matiko, Maury Chaykin, Michael Biehn, Wesley Snipes

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Existem filmes que cumprem exatamente o que prometem. Nem um fotograma a mais, nem um fotograma a menos. É o caso de A Cilada, estrelado por Wesley Snipes. Quem vê o trailler já tem uma idéia bastante clara do que vai acontecer no filme. E, à medida em que a ação se desenrola na tela, o espectador vai acompanhando tudo com aquela cara de "aposto que agora acontece isso". E acontece mesmo. Não que o filme seja ruim. Ele só é previsível, exatamente igual a tantos outros.

    Snipes vive o papel de um agente especial da ONU que sai mundo afora zelando pela paz mundial. Até que um dia - como o próprio título em português do filme já entrega - ele cai numa armação internacional, e é acusado de assassinar o embaixador chinês nos EUA. Começa a fuga e a luta para provar sua inocência. Tudo muito bem produzido, ótimo ritmo, efeitos especiais que chegam até a lembrar Matrix (apenas em uma ou outra cena, não se entusiasme), porém, com um roteiro mais raso que um pires, sem um pingo de criatividade. O roteirista Wayne Beach estava muito mais inspirado quando escreveu Assassinato na Casa Branca, também estrelado por Snipes. Desta vez, ficou devendo.


    31 de outubro de 2000
    -------------------------------------------------
    Celso Sabadin é jornalista especializado em cinema desde 1980. Atualmente é crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão e do Canal 21. Às sextas-feiras é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus