A ESSÊNCIA DA PAIXÃO

A ESSÊNCIA DA PAIXÃO

(The House of Mirth)

2000 , 140 MIN.

anos

Gênero: Romance

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Terence Davies

    Equipe técnica

    Roteiro: Terence Davies

    Produção: Olivia Stewart

    Fotografia: Remi Adefarasin

    Trilha Sonora: Adrian Johnston

    Elenco

    Anthony LaPaglia, Dan Aykroyd, Eleanor Bron, Elizabeth McGovern, Eric Stoltz, Gillian Anderson, Jodhi May, Laura Linney, Terry Kinney

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Esqueça a Gilliam Anderson caçadora de alienígenas que você se acostumou a ver na série de televisão Arquivo X. Agora, ela vive uma espécie de alpinista social lutando por status na competitiva Nova York do século 19. Tudo isso em A Essência da Paixão, romance que estréia neste fim de semana nos cinemas brasileiros.

    Gilliam faz o papel de Lily, uma bela jovem constantemente assediada por oportunistas que povoam a alta sociedade nova-iorquina, justamente num período em que a cidade começa a assumir ares de metrópole e de "capital cultural" do mundo. É dentro deste contexto repleto de aproveitadores e de falsas fachadas sociais que Lily - vinda de uma família não aristocrática - se vê diante de uma grande encruzilhada: ou ela vive o grande amor de sua vida ou começa a participar de jogos políticos que poderão lhe abrir definitivamente as portas da nova sociedade emergente norte-americana.

    Discutindo valores como a hipocrisia e o falso brilho de uma sociedade em ascensão (temas não necessariamente ligados ao século 19, em que o filme é ambientado), A Essência da Paixão é baseado no romance homônimo escrito por Edith Warthon. A produção é caprichada, traz uma excelente reconstituição de época e foi viabilizada por quatro países: Estados Unidos, França, Alemanha e Inglaterra. A direção de Terence Davis lembra algo do estilo comportado do consagrado James Ivory, mas em alguns momentos fica visível que Davis tem dificuldades em manter o interesse da platéia durante as 2h20 de projeção de seu filme.

    Mesmo assim A Essência da Paixão agrada, traz bons diálogos e revela um Gilliam Anderson diferente, numa interpretação que, se não é inesquecível, pelo menos é convincente.

    2 de maio de 2001
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista e crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Televisão, Canal 21, Band News e Rádio CBN. Às sextas-feiras, é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus