A GUERRA ESTÁ DECLARADA

A GUERRA ESTÁ DECLARADA

(La Guerre Est Déclarée)

2011 , 100 MIN.

Gênero: Drama

Estréia: 06/01/2012

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Valérie Donzelli

    Equipe técnica

    Roteiro: Jérémie Elkaïm, Valérie Donzelli

    Produção: Edouard Weil

    Fotografia: Sébastien Buchmann

    Trilha Sonora: Pascal Mayer

    Estúdio: Arte / Cofinova 6, Canal+, Ciné, Cofinova 7, Rectangle Productions, Région Ile-de-France, Uni Étoile 8, Wild Bunch

    Distribuidora: Imovision

    Elenco

    Adrien Antoine, Ahmed Zaoui, Alain Kruger, Anne Berest, Anne Gastaut, Anne Le Ny, Aude Lemercier, Bastien Bouillon, Béatrice De Staël, Benoît Barré, Bey Salah, Blanche Gardin, Brigitte Sy, César Desseix, Christelle Huot-Marchand, Claire Serieys, Clémence Cabanes, Diego Urgoiti, Dorothée Sebbagh, Elina Lowensohn, Elisabeth Dion, Emmanuel Salinger, Esteban Carvajal-Alegria, France Lesbros, Frédéric Pierrot, Frédérique Dorat, Gabriel Elkaïm, Irène Estevens, Jennifer Decker, Jérémie Elkaïm, Julie Peugeot, Katia Lewkowicz, Laëtitia Trapet, Laure Marsac, Laurent Lacotte, Lucia Sanchez, Lucien Pages, Mademoiselle Mori, Marie Donzelli, Marie Weinberger, Marie-Sohna Conde, Marion Lecrivain, Michèle Moretti, Nozha Khouadra, Pauline Gaillard, Philippe Barassat, Philippe Laudenbach, Riad Sattouf, Serge Bozon, Sophie Kichine, Valentine Catzéflis, Valérie Donzelli

  • Crítica

    04/01/2012 12h30

    A Guerra Está Declarada convida o espectador a testemunhar a batalha da vida cotidiana por meio da história de amor e luta do jovem casal Romeo e Julieta, e de seu filho Adam, vítima de um tumor maligno no cérebro. Uma história com a força de uma grande tragédia, que poderia tornar-se um dramalhão choroso, mas graças ao roteiro inteligente de Jérémie Elkaïm e Valérie Donzelli, transforma-se num drama romântico realista, sensível e distante do sentimento de autopiedade.

    A história começa quando Romeo (Jérémie Elkaïm) e Julieta (Valérie Donzelli) se conhecem numa festa e se apaixonam de pronto. Eles brincam com a coincidência de seus nomes e se perguntam se um destino trágico os aguarda. Movidos pela paixão, vão viver juntos e têm um filho. O inesperado entra em suas vidas quando descobrem que o menino tem o desenvolvimento deficiente. Depois de alguns exames, vem o pior: o jovem Adam tem um tumor maligno no cérebro.

    A realidade implacável da possibilidade da perda do filho muda a vida do casal e leva Romeo e Julieta a embarcarem numa via-crúcis por sua salvação enquanto tentam, paralelamente, manter a lucidez e o amor que os uniu.

    Indicado pela França ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, A Guerra Está Declarada é inspirado na vida pessoal dos realizadores. Donzelli e Elkaïm formam um casal na vida real e têm um filho em situação parecida à narrada no filme. Trabalhando com elementos de sua realidade, Valérie se desdobrou escrevendo (ao lado de Elkaïm), dirigindo e protagonizando a produção, que ganha uma ambientação familiar favorável ao desenvolvimento da narrativa.

    A história, que poderia ser triste e depressiva, é repleta de nuances, chegando a ser divertida por vezes. Um conto de fadas moderno que não tem pena de seus personagens, apresentando à audiência uma abordagem ao mesmo tempo sensata e sensível.

    Cada sequência de A Guerra Está Declarada tem seu próprio ritmo, narrativo e estético, o que sutilmente reforça o que se vê na tela. Um retrato sólido e honesto do sofrimento de um casal com a doença rara do filho.


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus