A NOIVA ESTAVA DE PRETO

A NOIVA ESTAVA DE PRETO

(La Mariee Etait en Noir)

1967 , 107 MIN.

12 anos

Gênero: Suspense

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • François Truffaut

    Equipe técnica

    Roteiro: François Truffaut, Jean-Louis Richard

    Produção: Georges Charlot

    Fotografia: Raoul Coutard

    Trilha Sonora: Bernard Herrmann

    Estúdio: Dino De Laurentiis Productions, Les Films du Carrosse

    Elenco

    Alexandra Stewart, Charles Denner, Christophe Bruno, Claude Rich, Daniel Boulanger, Gilles Quéant, Jacqueline Rouillard, Jean-Claude Brialy, Jeanne Moreau, Luce Fabiole, Michael Lonsdale, Michel Bouquet, Michèle Montfort, Paul Pavel, Serge Rousseau, Sylvine Delannoy, Van Doude

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro, reestréia no Brasil um dos clássicos de François Truffaut: A Noiva Estava de Preto, de 1967. A história fala de Julie (Jeanne Moreau), uma quarentona deprimida que passa por uma fracassada tentativa de suicídio. A experiência muda totalmente sua forma de encarar a vida. Após ver a morte de perto, Julie passa a se relacionar sucessivamente com vários homens. Entre eles, o sedutor Bliss (Claude Rich), o político Morane (Michael Lonsdale), o esgrimista Delvaux (Daniel Boulanger) e o pintor Fergus (Charles Denner). Um ponto em comum une estes quatro homens: todos são assassinados pela perturbada Julie.

    O roteiro é do próprio Truffaut, baseado no livro de Cornell Woolrich, o mesmo autor do livro que originou o clássico Janela Indiscreta. As semelhanças com Hitchcock não param por aí: A Noiva Estava de Preto tem trilha sonora de Bernard Hermann, um dos compositores preferidos do Mestre do Suspense, grande ídolo de Truffaut.

    Um ótimo relançamento, para rever ou conhecer.

    26 de março de 2002
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista e crítico de cinema da Rádio CBN. Às sextas-feiras, é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus