A PONTE

A PONTE

(The Bridge)

2006 , 93 MIN.

Gênero: Documentário

Estréia: 24/08/2007

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Eric Steel

    Equipe técnica

    Produção: Peter Baldwin, Peter McCandless

    Fotografia: Peter Coleman

    Trilha Sonora: Alex Heffes, Tom Davey

    Estúdio: RCA

  • Crítica

    24/08/2007 00h00

    Para a maioria das pessoas, a ponte Golden Gate, em São Francisco, significa o maior ponto turístico da cidade norte-americana. Para os personagens deste documentário, trata-se da última parada antes de partir desta para melhor. A ponte é um local que atrai tanto turistas quanto suicidas e é essa a dicotomia que o diretor explora em A Ponte.

    Eric Steel, diretor e produtor do longa, passou todo o ano de 2004 ao lado de sua equipe observando a movimentação na ponte. Durante quase todo o tempo em que a luz do dia brilhava, suas câmeras filmavam o que acontecia na ponte; no total, foram flagradas dezenas de suicídios. Numa segunda etapa, a equipe entrevistou familiares e amigos dos mortos, além de testemunhas dos atos.

    Esta é a parte mais obscura de A Ponte. Primeiro porque, como o suicídio é contra a ordem natural das vida, as pessoas não são capazes de ter um olhar frio em relação a uma pessoa que o comete. Sempre se pensa nos motivos que levaram alguém a acabar com a própria vida e é exatamente isso que o diretor tenta investigar em seu trabalho.

    A Ponte é um documentário melancólico, triste e obscuro. Seu ritmo é arrastado e pesado, quase que levando o espectador ao universo sombrio no qual se inserem os personagens que ganham as telas após a morte. Muitas vezes lutando por anos contra distúrbios psicológicos, os suicidas conduzem sem saber a investigação macabra do diretor, que, de uma forma sensível - muitas vezes beirando o poético - traça um forte retrato dos contrastes de sentimentos relacionados ao ponto turístico mais famoso de São Francisco.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus