A SOMBRA DO VAMPIRO

A SOMBRA DO VAMPIRO

(Shadow of the Vampire)

2000 , 91 MIN.

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • E. Elias Merhige

    Equipe técnica

    Roteiro: Steve Katz

    Produção: Jeff Levine, Nicolas Cage, Norman Golightly

    Fotografia: Lou Bogue

    Trilha Sonora: Dan Jones

    Elenco

    Cary Elwes, Catherine McCormack, Eddie Izzard, John Malkovich, Ronan Vibert, Udo Kier, Willem Dafoe

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Quem é fã de cinema já deve ter visto – pelo menos em vídeo – o clássico do terror Nosferatu, dirigido por F.W. Murnau, em 1922. Nosferatu foi o primeiro filme da história do cinema feito a partir do famoso livro Drácula, de Bram Stoker. Todos os outros Dráculas da tela são, de alguma forma, “filhos” de Nosferatu.

    Assim, realizar hoje em dia um filme que contasse como foram os bastidores das filmagens daquele clássico já é uma idéia, por si só, fascinante para o cinéfilo. Mas o roteirista Steve Kat (que chegou a trabalhar no roteiro de Entrevista com o Vampiro com Anne Rice) não se contentou apenas em imaginar o que poderia ter acontecido durante aquelas filmagens. Com toques de fantasia e misticismo, A Sombra do Vampiro ainda propõe uma premissa inquietante: e se o ator que representou o Conde Drácula na época, fosse mesmo, na vida real, um vampiro? É com esta mistura de fatos reais com ficcionais que o ator Nicolas Cage estréia na produção de longas-metragens. A Sombra do Vampiro combina esforços de produção vindos dos Estados Unidos, da Inglaterra e do pequeno Luxemburgo para contar esta história tão fora dos padrões.

    Talvez o filme não seja muito inteligível ao público não familiarizado com a história. São referências sutis, insinuações veladas, situações de bastidores cinematográficos que podem soar estranhas às platéias que buscam apenas um simples filme de terror. Porém, é inegável que o A Sombra do Vampiro tem estilo e personalidade marcantes: a fotografia em tons sépia e marrom escuro ajuda da criação do clima vampiresco e na reconstituição de época. John Malkovich interpretando Murnau e Williem Dafoe vivendo o papel do excêntrico Max Schreck formam uma dupla impecável. E vale lembrar que o próprio Nicolas Cage já interpretou um papel do gênero: na comédia Um Estranho Vampiro, ele personificava um executivo que acredita ter se transformado num morcego assassino.
    A reunião de tanta química faz de A Sombra de Vampiro um programa interessante, talhado sob medida para os cinéfilos.

    13 de novembro de 2001
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista e crítico de cinema da Rádio CBN. Às sextas-feiras, é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus