A TARTARUGA MANUELITA

A TARTARUGA MANUELITA

(Manuelita)

1999 , 89 MIN.

anos

Gênero: Animação

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Manuel García Ferré

    Equipe técnica

    Roteiro: Manuel García Ferré

    Produção: Carlos Luis Mentasti

    Trilha Sonora: María Elena Walsh, Néstor Dálessandro, Robert Lar

    Estúdio: Garcia Ferré Entertainment

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    No início do século 20, o nascimento de uma pequena tartaruga enche de felicidade sua família. Esperta, inteligente e bem-humorada, Manuelita é a alegria da mãe, do pai, do avô e de seus amigos Bartolito (um simpático tartarugo) e Topy (uma divertida toupeira). Certo dia, porém, Manuelita entra sozinha num grande balão e voa sem rumo para um destino que vai transformar totalmente sua vida.

    Desenho argentino concebido e animado “à moda antiga”, com muito romantismo, canções e sem pancadaria gratuita. Direcionado mais às crianças pequenas, A Tartaruga Manuelita acaba não aborrecendo aos adultos, já que traz algumas gags inteligentes e cifradas. Entre elas, a presença de Carlos Gardel deprimido sobre uma ponte parisiense, uma passarinha imitando Edith Piaf e um quarto de pensão que é réplica fiel de um famoso quadro de Van Gogh. A melhor de todas, porém, é o destino dado a três ratos que eram ignorantes, preguiçosos e truculentos quando crianças: eles viraram policiais.

    Alternando momentos ágeis e melancólicos, o desenho traz a universal mensagem da valorização da família e enche os olhos das crianças com cores fortes e cenários bem-elaborado. A animação propriamente dita parece um pouco antiquada, mas não a ponto de comprometer o resultado final.

    Mesmo sendo argentino, A Tartaruga Manuelita está concorrendo este ano ao prêmio de melhor filme de animação no Prêmio Goya, o Oscar espanhol. O filme levou mais de 2,2 milhões de argentinos às bilheterias.

    As vozes de Manuelita e sua mãe são dubladas em português respectivamente por Jackeline e Babi, apresentadoras do SBT.

    15 de janeiro de 2002
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista e crítico de cinema da Rádio CBN. Às sextas-feiras, é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus