A VIDA SECRETA DAS ABELHAS

A VIDA SECRETA DAS ABELHAS

(The Secret Life of Bees)

2008 , 114 MIN.

Gênero: Drama

Estréia: 07/08/2009

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Gina Prince-Bythewood

    Equipe técnica

    Roteiro: Gina Prince-Bythewood

    Produção: Ewan Leslie, James Lassiter, Joe Pichirallo, Lauren Shuler-Donner, Will Smith

    Fotografia: Rogier Stoffers

    Trilha Sonora: Mark Isham

    Estúdio: Donners' Company, Overbrook Entertainment

    Elenco

    Addy Miller, Alicia Keys, Dakota Fanning, Emily Alyn Lind, Hilarie Burton, Jennifer Hudson, Joe Chrest, Nate Parker, Paul Bettany, Queen Latifah, Shondrella Avery, Sophie Okonedo, Taylor Kowalski, Tristan Wilds

  • Crítica

    05/08/2009 13h52

    Vale por um exame de glicemia: se você acha que pode estar com as taxas de açúcar de seu sangue alteradas, economize seu tempo. Não é necessário ir ao médico, nem fazer exames laboratoriais: basta ver A Vida Secreta das Abelhas. Se até o final da sessão você tiver sobrevivido, sinal que está tudo bem com sua saúde. Caso contrário...

    O filme – sem trocadilhos com o título – é um mel só. Adocicado, melado, grudento. Claro, há quem goste muito, mas é perigoso para o colesterol. A trama é ambientada no Sul dos EUA, em 1964, local e época de intenso racismo naquele país. É neste cenário que a adolescente Lily (Dakota Fanning, firmando-se bem como atriz) sofre duplamente em sua vida: primeiro porque seu pai (Paul Bettany) é um brutamontes insensível. E segundo porque, aos quatro anos, a própria Lily matou sua mãe. Inadvertidamente, é verdade, mas ela é obrigada a conviver com este terrível peso. Até o momento em que, não suportando a pressão, ela resolve fugir de casa em companhia de Rosaleen (Jennifer Hudson), empregada negra vítima de vários abusos raciais. Ambas acabam encontrando guarida numa fazenda de abelhas comandada por três irmãs.

    E a partir daí o roteiro de Gina Prince-Bythewood (também diretora do filme), escrito a partir do romance de Sue Monk Kidd, vai destilando fortes doses de açúcar e mel em torno de situações melodramáticas pouco verossímeis. Mesmo assim, Vida Secreta das Abelhas já coleciona dez prêmios e 14 indicações em eventos internacionais, além de uma respeitável bilheteria de quase US$ 38 milhões, mais do que o triplo de seus custos.

    Pra quem gosta de mel, é um pote cheio.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus