ACORDO QUEBRADO

ACORDO QUEBRADO

(Après la vie)

2002 , 124 MIN.

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Lucas Belvaux

    Equipe técnica

    Roteiro: Lucas Belvaux

    Produção: Diana Elbaum, Patrick Sobelman

    Fotografia: Pierre Milon

    Trilha Sonora: Riccardo Del Fra

    Estúdio: Canal+

    Elenco

    Alexis Tomassian, Bernard Mazzinghi, Catherine Frot, Dominique Blanc, François Morel, Gilbert Melki, Lucas Belvaux, Olivier Darimont, Ornella Muti, Patrick Descamps

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Acordo Quebrado faz parte de uma trilogia idealizada pelo cineasta belga Lucas Belvaux. O drama é acompanhado pela comédia Um Casal Admirável e pelo suspense Em Fuga. Juntos, formam um grande painel sobre as vidas de alguns personagens que se encontram e interligam nos três filmes, que não precisam, necessariamente, serem vistos numa ordem pré-concebida. O lançamento da trilogia, que vem acontecendo em semanas seguintes nos cinemas brasileiros (em circuito restrito, no entanto), acompanha a indicação ao Oscar de Feliz Natal, produção de Belvaux que deve estrear em breve no Brasil.

    O filme acompanha os dramas vividos pelo casal Pascal Manise (Gilbert Melki) e Agnés (Dominique Blanc). Ele é um policial que, aparentemente, não tem escrúpulos, mas seus atos "por baixo do pano" são justificados: em troca de conivência, Manise recebe do traficante Jaquillat (Patrick Descamps) remessas diárias de morfina. Isso porque Agnés é viciada na droga há 15 anos. Para sustentar o vício irremediável da mulher que ama, o policial não hesita em driblar a lei. O problema acontece quando um dos homens de Jaquillat é morto. O acordo entre ele e Manise vai para o espaço (vem daí o título do filme) e Agnés começa a ter horrendas crises de abstinência. Ao mesmo tempo, o policial tenta ajudar Cécile (Ornella Muti) a descobrir se seu marido, Alain (François Morel), está escondendo algo - o que remete a Um Casal Adorável. Já Agnés se envolve com o fugitivo Pierre (Lucas Belvaux) em sua busca por drogas no submundo, trama paralela que dialoga com Em Fuga.

    Muito bem dirigido, dramático e tenso, em Acordo Quebrado o destaque também vai às atuações, especialmente de Dominique Blanc, que encontra na interpretação da viciada Agnés uma oportunidade para mostrar toda a sua potencialidade na verve dramática. As cenas nas quais elas sobre de abstinência são tensas, angustiantes.

    Acordo Quebrado pode ser considerado a última parte da trilogia de Belvaux por dialogar diretamente com os outros filmes da série. A história, complicada e cheia de meandros, é melhor compreendida se apreciada junto às outras produções. O que não significa que a trilogia é dependente, mas sim complementar.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus