ANJOS DA NOITE - UNDERWORLD

ANJOS DA NOITE - UNDERWORLD

(Underworld (2003))

2003 , 121 MIN.

16 anos

Gênero: Ação

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Len Wiseman

    Equipe técnica

    Roteiro: Danny McBride, Kevin Grevioux, Len Wiseman

    Produção: Gary Lucchesi, Richard S. Wright, Tom Rosenberg

    Fotografia: Tony Pierce-Roberts

    Trilha Sonora: Maynard James Keenan, Paul Haslinger

    Estúdio: Lakeshore Entertainment

    Elenco

    Bill Nighy, Erwin Leder, Kate Beckinsale, Michael Sheen, Scott Speedman, Shane Brolly, Sophia Myles, Wentworth Miller

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    A mesmice é tanta no cinema de entretenimento americano que costumo ficar gratificado ao me deparar com alguma produção que fuja do lugar-comum, mesmo que seja minimamente. Este é o caso de Anjos da Noite - Underworld, filme do estreante Len Wiseman que chega às telas este fim de semana no País.

    Trata-se basicamente de uma mescla de Blade 2 e Matrix com um viés romântico à Romeu e Julieta. Tudo começa numa noite chuvosa quando, ao entrar numa estação do metrô, o estudante de Medicina Michael Corvin (Scott Speedman, o Ben do seriado de TV Felicity) se vê no meio de um violento tiroteio entre duas facções inimigas. De um lado estão os Mercadores da Morte, grupo de elite formado por vampiros. Do outro, os Lycans ou lobisomens, inimigos milenares dos sanguessugas.

    Depois do violento embate, a combativa vampira Selene (Kate Beckinsale transpirando sensualidade em roupas de couro colantes) desconfia que os Lycans estavam perseguindo Michael, o que soa muito incomum visto que tanto vampiros quanto lobisomens preferem manter distância dos humanos e não têm interesse por estes. Ela comunica suas desconfianças a seu chefe, o vampiro Kraven (Shane Brolly, de Impostor), que não lhe dá muita atenção e ordena que esqueça o episódio. Certa que algo estranho está acontecendo, Selene desobedece as ordens dadas por Kraven e captura Michael. Protegendo-o dos lobisomens, tenta descobrir o motivo do interesse destes por um humano. Mas o que ela não pode imaginar é que vai se apaixonar por Michael. Pior: o jovem doutor, mordido por Lucien (líder dos Lycans que todos pensavam estivesse morto), está prestes a se transformar em tudo que ela mais odeia: um lobisomen.

    É bem verdade que a boa idéia de colocar vampiros contra lobisomens poderia ter sido melhor explorada, mas o roteiro de Danny McBride, se não surpreende, tampouco recai na obviedade. É apenas, digamos, econômico. Len Wiseman dirige com segurança e consegue imprimir qualidade às muitas cenas de ação que permeiam o filme, apesar de, uma vez ou outra, apelar para fórmulas batidas do gênero. Antes assistente de direção de arte, Wiseman também é o responsável pelo ponto alto de Anjos da Noite: a excelente ambientação, com cenários muito bem construídos e sem supérfluos. O elenco também não compromete. Destaque para o ator inglês Bill Nighy (o roqueiro doidão de Simplesmente Amor), ótimo no papel do poderoso e soturno vampiro Viktor.

    Em resumo, Anjos da Noite é uma ótima pedida para os aficionados em quadrinhos, videogames, RPG, histórias de vampiros, lobisomens e afins. Confira.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus