APAIXONADOS

APAIXONADOS

(Apasionados)

2002 , 105 MIN.

Gênero: Comédia

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Juan José Jusid

    Equipe técnica

    Roteiro: Alex Ferrara, Juan José Jusid, Marcela Guerty, Raúl Becerra

    Produção: Carlos Mentasti

    Fotografia: Porfírio Enríquez

    Trilha Sonora: Federico Jusid

    Elenco

    Adrian Yospe, Héctor Alterio, Nancy Dupláa, Natalia Verbeke, Pablo Echarri, Pablo Rago

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Não sei se é um consolo, mas não é só o Brasil que faz comediazinhas românticas fracas do tipo Sexo, Amor e Traição. Nuestros hermanos argentinos, em parceria com os espanhóis, também perpretaram o totalmente sem sal Apaixonados. Em ritmo de novela vespertina, a trama fala de Uma (Natalia Verbeke, que também está em O Filho da Noiva e O Outro Lado da Cama), mulher que deseja ter um filho de "produção independente" mas não consegue achar o doador ideal de esperma. Ela resolve, então, "pedir emprestado" o namorado de sua melhor amiga para consumar seu intento. E o que acontece a seguir é o mais previsível possível: eles se apaixonam e vivem felizes para sempre. Xi, contei o fim do filme! Também não importa. Basta assistir os primeiros dez minutos de projeção para "adivinhar" como tudo termina. Apaixonados é fraquíssimo, tem estética, linguagem e narrativa de televisão mal feita, atores caricatos e nem um pingo de criatividade em qualquer quesito que se analise.

    Impressionantemente, porém, levou mais de um milhão de argentinos às bilheterias daquele país.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus