AQUAMARINE

AQUAMARINE

(Aquamarine)

2006 , 104 MIN.

Gênero: Comédia Dramática

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Elizabeth Allen

    Equipe técnica

    Roteiro: Jessica Bendinger, John Quaintance

    Produção: Susan Cartsonis

    Fotografia: Brian J. Breheny

    Trilha Sonora: David Hirschfelder

    Elenco

    Arielle Kebbel, Dichen Lachman, Emma Roberts, Jake McDorman, JoJo, Julia Blake, Sara Paxton, Tammin Sursok

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    As platéias norte-americanas são realmente conservadoras. Basta um filme fugir um milímetro do convencional para que a resposta nas bilheterias não seja das mais animadoras. É o caso da comédia adolescente (ou pré-adolescente) Acquamarine: o filme estreou nos EUA em retumbantes 2.500 cinemas (mais do que o número de salas existentes em todo o Brasil, por exemplo) e não chegou a faturar sequer US$ 20 milhões. Não que ele seja uma maravilha, mas merecia mais. Afinal, o roteiro é simpático, as atrizes - também amigas na vida real - destilam uma ótima química e a tal "mensagem final edificante" foge do meramente convencional e, vamos admitir, consegue até surpreender um pouco (não, não vou contar o final).

    Acquamarine recicla a idéia de Splash - Uma Sereia em Minha Vida, de 1984, para o universo adolescente atual. Tudo acontece nos três últimos dias de verão, num balneário na Flórida. Claire (Emma Roberts, ótima, sobrinha de Julia Roberts) e Hailey (Joanna 'JoJo' Levesque) estão tristes e decepcionadas por vários motivos. Primeiro por que o verão está terminando e elas não conseguiram chamar a atenção do bonitão Ray (Jake McDorman), o salva vidas local. Também por que Hailey está de mudança para a Austrália, o que colocará, literalmente, um oceano de distância entre as duas amigas inseparáveis. Tudo parece se encaminhar para um melancólico final de estação, quando uma tempestade carrega a bela sereia Acquamarine (Sara Paxton) para a piscina das meninas. As três imediatamente se tornam amigas.

    Claro que, juntas, elas vão enfrentar todos os males do mundo, inclusive um punhado de clichês desgastados que o filme, direcionado ao público adolescente, insiste em eternizar (a malvada da turma, o baile final, todas essas coisas). Mesmo assim, Acquamarine é sensivelmente melhor, um ou dois "degrauzinhos" acima da média do que ultimamente se oferece à garotada, trabalhando com eficiência elementos como inseguranças juvenis, amizade e lealdade.

    O roteiro é assinado por dois nomes vindos da televisão. John Quaintance, estreante na tela grande, é um dos roteiristas do seriado Joey. Jessica Bendinger, ex-modelo, já ajudou a escrever Sex and the City. Tudo foi feito a partir do romance de Alice Hoffman, a mesma que escreveu o livro que originou o filme Da Magia à Sedução, com Sandra Bullock e Nicole Kidman.

    Não é necessário acreditar em sereias para curtir Aquamarine. Mas umas boas doses de fantasia e desprendimento certamente ajudarão. Desarme-se e aproveite.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus