ARMÊNIA

ARMÊNIA

(Voyage em Armenie)

2006 , 125 MIN.

Gênero: Drama

Estréia: 07/12/2007

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Robert Guédiguian

    Equipe técnica

    Roteiro: Ariane Ascaride, Marie Desplechin, Robert Guédiguian

    Produção: Robert Guédiguian

    Fotografia: Pierre Milon

    Trilha Sonora: Arto Tunçboyaciyan

    Elenco

    Ariane Ascaride, Gérard Meylan, Jalil Lespert, Jean-Pierre Darroussin, Kristina Hovakimian, Madeleine Guédiguian, Marcel Bluwal, Romen Avinian

  • Crítica

    07/12/2007 00h00

    Robert Guédiguian, o diretor de A Cidade Está Tranqüila, Marie-Jo e Seus Dois Amores e O Último Mitterrand, não consegue reeditar a mesma qualidade destes seus últimos trabalhos no desinteressante Armênia.

    O filme fala de Anna (Ariane Ascaride, também co-autora do roteiro), uma médica francesa de origem armênia que tem a cruel incumbência de examinar o seu próprio pai e informar que seu estado de saúde é dos mais graves. Irascível e revoltado, o pai de Anna, até certo ponto incrédulo com a notícia, prefere não fazer tratamento algum e foge para sua terra natal, teoricamente para se reencontrar com suas raízes. Anna viaja à Armênia, país do qual ela não conhece sequer o idioma, com a intenção de resgatar o pai e iniciar seu tratamento. Mas o que ela encontra é uma nação estranha ao seu cotidiano francês, repleta de surpresas e segredos, nem todos muito agradáveis.

    A princípio, tem-se a impressão de que o filme proporá alguma espécie de viagem de resgate às origens ou mesmo que partiria para a análise de conflitos sócio-culturais entre Ocidente e Oriente. Mas, na verdade, Armênia se perde pelo meio do caminho, esbarra no policial, não tem boas atuações, perde o ritmo e o foco, tornando-se cada vez mais desinteressante na medida em que se enfronha pelos caminhos armênios.

    Faltou um direcionamento mais seguro ao roteiro e uma direção mais precisa.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus