AS CONFISSÕES DE HENRY FOOL

AS CONFISSÕES DE HENRY FOOL

(Henry Fool)

1997 , 140 MIN.

18 anos

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Hal Hartley

    Equipe técnica

    Roteiro: Hal Hartley

    Produção: Hal Hartley

    Fotografia: Michael Spiller

    Trilha Sonora: Hal Hartley

    Elenco

    James Saito, James Urbaniak, Kevin Corrigan, Liam Aiken, Maria Porter, Miho Nikaido, Parker Posey, Thomas Jay Ryan

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Uma amizade improvável: Simon (James Urbaniak) é um lixeiro com problemas mentais. Henry (Thomas Jay Ryan) é um escritor com problemas alcoólicos. Entre uma garrafa e outra, Henry tenta convencer Simon que suas mãos deveriam trocar os sacos de lixo pelas páginas da literatura. Transformar o amigo lixeiro em autor de sucesso passa a ser uma espécie de missão para Henry ”Fool” (tolo, em inglês). Porém, quanto mais Simon se convence do próprio potencial literário, mais Henry se afunda em seus vícios.

    Quem já teve contato com a obra do cineasta Hal Hartley – diretor de Amateur e O Livro da Vida, entre outros – sabe que seus filmes podem ser tudo, menos convencionais. Hartley usa e abusa dos diálogos, não se importa em estampar na tela situações cruas e até desagradáveis, tampouco tem o hábito de fazer concessões ao cinema comercial. Aqui, em As Confissões de Henry Fool, ele mantém seu estilo.

    Denso e pesado, o filme mergulha fundo no universo marginal dos personagens principais e não poupa o espectador de momentos embaraçosos ou mesmo constrangedores. Decididamente, não é programa para quem deseja apenas um leve entretenimento cinematográfico para o fim de semana. Muito pelo contrário, As Confissões de Henry Fool chega a ser perturbador, na medida em que explora sem retoques uma realidade crua rodeada por vícios e misérias, embora não perca de vista a eterna condição humana de sonhar com um futuro melhor.

    O filme foi produzido em 1997 e ganhou o prêmio de melhor roteiro no Festival de Cannes do ano seguinte.

    8 de fevereiro de 2001
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista especializado em cinema desde 1980. Atualmente é crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão e do Canal 21. Às sextas-feiras é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus