ASSASSINO A PREÇO FIXO (2011)

ASSASSINO A PREÇO FIXO (2011)

(The Mechanic)

2011 , 92 MIN.

16 anos

Gênero: Ação

Estréia: 18/03/2011

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Simon West

    Equipe técnica

    Roteiro: Richard Wenk

    Produção: René Besson, Robert Chartoff

    Fotografia: Eric Schmidt

    Trilha Sonora: Kenny Delbert

    Estúdio: Millennium Films, Nu Image Films

    Distribuidora: Imagem Filmes

    Elenco

    Beau Brasso, Ben Foster, Christa Campbell, Donald Sutherland, Eddie J. Fernandez, Jason Statham, Jeff Chase, Nick Jones

  • Crítica

    16/03/2011 14h35

    Assassino a Preço Fixo pode ter seus defeitos. Mas de uma coisa ele não pode ser acusado: desonestidade. Quem vai ao cinema sai com a sensação de que viu um eficiente filme de ação, tiroteio e pancadaria. Com clichês? Certamente. Surpreendente? Jamais. Mas honesto, bem produzido e bem interpretado.

    Trata-se de uma refilmagem de um trabalho homônimo de 1972, que tinha Charles Bronson no papel título. Agora, sai Bronson e entra Jason Statham, da franquia Carga Explosiva. Ele vive Arthur Bishop, assassino profissional de máxima competência que recebe a missão mais difícil de sua carreira: matar seu grande amigo, mentor e patrão Harry (o premiado veterano Donald Sutherland, que sempre confere um caráter de dignidade nos filmes em que atua). A situação se complica quando Bishop entra em contato com Steve (Ben Foster, de O Mensageiro), filho de Harry. E ambos passam a trabalhar juntos.

    Assassino a Preço Fixo é o típico produto hollywoodiano, explosivo, com bom ritmo, algumas belas locações em Nova Orleans, e dirigido com competência por Simon West, de Con Air - A Rota da Fuga e Lara Croft – Tomb Raider. A gente nem liga em ficar uma hora e meia só torcendo pelos “bandidos”, mesmo porque no filme não tem nenhum “mocinho”.

    Sem nenhuma pretensão, é um filme feito especialmente para quem não deseja de uma sessão de cinema nada além de entretenimento e diversão.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus