BEE MOVIE - A HISTÓRIA DE UMA ABELHA

BEE MOVIE - A HISTÓRIA DE UMA ABELHA

(Bee Movie)

2007 , 91 MIN.

Gênero: Animação

Estréia: 07/12/2007

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Simon Smith, Steve Hickner

    Equipe técnica

    Roteiro: Andy Robin, Barry Marder, Jerry Seinfeld, Spike Feresten

    Produção: Christina Steinberg, Jerry Seinfeld

    Trilha Sonora: Rupert Gregson-Williams

    Estúdio: DreamWorks Animation

    Elenco

    Alan Arkin, Barry Levinson, Chris Rock, Eddie Izzard, Jerry Seinfeld, John Goodman, Kathy Bates, Larry King, Larry Miller, Matthew Broderick, Megan Mullally, Oprah Winfrey, Renée Zellweger, Rip Torn

  • Crítica

    07/12/2007 00h00

    O argumento de Bee Movie - A História de uma Abelha surgiu em um jantar informal entre o comediante Jerry Seinfeld e Steven Spielberg, um dos sócios e fundadores do estúdio DreamWorks. Num daqueles momentos tão comuns, nos quais as pessoas ficam em silêncio graças à falta de assunto, o comediante simplesmente despejou a idéia de fazer uma animação sobre abelhas. Quatro anos depois, a idéia foi desenvolvida e temos esta divertidíssima animação como resultado.

    Bee Movie - A História de uma Abelha imagina uma colméia toda automatizada. Faz sentido: as abelhas são conhecidas por serem insetos extremamente organizados, especialmente na produção de mel. Na verdade, todos os seus 21 dias de vida - caso nenhum acidente aconteça no caminho - são dedicados à produção de mel. Barry (Seinfeld) é uma jovem abelha que acaba de se formar e precisa entrar no "mercado de trabalho", sendo uma das milhões de pequenas peças que faz funcionar a produção de mel. Ao contrário de seu melhor amigo, Adam (Matthew Broderick), o protagonista não se conforma com a obrigação de passar o resto de seus poucos dias exercendo um único trabalho.

    Ele quer conhecer o mundo, literalmente, e, ao lado dos que coletam néctar das flores, "viaja" para fora da colméia. Ele se perde do bando e conhece a humana Vanessa (Renée Zellweger), por quem desenvolve uma afeição nova, capaz de fazer com que Barry quebre a principal regra entre as abelhas: nunca conversar com humanos. Convivendo com humanos, Barry descobre não somente o doce sabor das migalhas de bolos, mas a comercialização do mel que ele e seus semelhantes têm tanto trabalho para produzir. Revoltado diante deste fato, ele resolve processar a humanidade.

    O longa-metragem de animação digital é a primeira incursão de Seinfeld na área: criador, produtor e protagonista da sensacional série Seinfeld (que revolucionou as sitcoms norte-americanas durante os anos 90), também tem todas as suas mãos por trás desta sua nova empreitada, dublando, produzindo e roteirizando o filme.

    Bee Movie - A História de uma Abelha é uma animação muito bem feita. A aparência de Barry até lembra a de Seinfeld, com seus grandes olhos azuis, o nariz fininho e os tênis nos pés - sempre presentes no figurino do comediante, como mais uma referência ao seriado que o tornou famoso e idolatrado mundialmente. As cenas nas quais Barry e seus companheiros insetos sobrevoam Nova York (evidentemente, já que Seinfeld também se passava nesta cidade) são incrivelmente fluídas e a construção da colméia idealizada pelos produtores é toda interligada e unida, como o próprio trabalho e a complexa sociedade em si das abelhas.

    O texto de Bee Movie - A História de uma Abelha é divertido, com diálogos rápidos e repletos de trocadilhos - que, infelizmente, acabam se perdendo na tradução para a língua portuguesa. Desta forma, o filme significa não somente uma excelente oportunidade de diversão aos espectadores, mas a bem-vinda volta de Jerry Seinfeld ao show business após o término de seu cultuado seriado, em 1999.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus