CARMEL

CARMEL

(Carmel)

2009 , 93 MIN.

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Amos Gitai

    Equipe técnica

    Roteiro: Amos Gitai

    Produção: Amos Gitai, Augustus Pelliccia, Laurent Truchot, Michael Tapuah

    Fotografia: Stefano Falivene

    Estúdio: Agav Films, Arte France, Centre National de la Cinématographie (CNC), Cinema Project, Global Media, Hamon Hafakot, Joint Project of Joshua Rabinowitz

    Elenco

    Amitai Ashkenazi, Amos Lavi, Ben Eidel, Ben Gitaï, Efratia Gitai, Enrico Lo Verso, Jeanne Moreau (voz), Jerome Koenig, Keren Mor, Masha Itkina, Samuel Fuller (voz)

  • Crítica

    22/10/2009 12h24

    Amos Gitai têm lidado com os conflitos entre Israel e Palestina desde que começou a filmar. O impactante e irregular Diário de Campanha chega a ser ofensivo para alguns judeus que o viram na 28ª Mostra, que dedicou ao diretor uma senhora retrospectiva.

    Em Carmel, filme não muito bem absorvido quando exibido no último Festival do Rio, volta ao tema, com uma colagem autobiográfica que abre espaço para cartas e reminiscências, chegando a ser enfadonho demais em alguns momentos, sobretudo nos longos minutos finais, e brilhante em alguns outros, principalmente quando brinca com texturas de imagens em fusão, como alegoria para o redemoinho de lembranças que o atormenta.

    É nesses momentos em que se abre à experiência sensorial causada pela fusão de três ou quatro imagens diferentes que Carmel quase atinge o sublime. Uma pena que nas leituras das cartas Gitai abuse da paciência do espectador, e não consiga estabelecer com ele um pacto que o deixe minimamente interessado pelo que está sendo lido.

    Ainda assim, essas cartas devem ser profundamente emocionantes para quem viveu ou teve parentes que viveram os conflitos na região, principal memória presente no filme.

    A vantagem é que a Mostra SP, ao contrário do Festival do Rio, vai exibir o filme em película (pelo menos é o que está dizendo o site do evento). Suas imagens devem ganhar consideravalmente com isso.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus