COMO ARRASAR UM CORAÇÃO

COMO ARRASAR UM CORAÇÃO

(L'arnacoeur/ Heartbreaker)

2010 , 105 MIN.

12 anos

Gênero: Comédia Romântica

Estréia: 06/05/2011

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Pascal Chaumeil

    Equipe técnica

    Roteiro: Jeremy Doner, Laurent Zeitoun, Yohan Gromb

    Produção: Laurent Zeitoun, Nicolas Duval-Adassovsky, Yann Zenou

    Fotografia: Thierry Arbogast

    Trilha Sonora: Klaus Badelt

    Estúdio: A Plus Image, Banque Populaire Images 10, Chaocorp, Cinémage 4, Focus Features, Orange Cinéma Séries, Quad Productions, Script Associés

    Distribuidora: Imovision

    Elenco

    Andrew Lincoln, François Damiens, Julie Ferrier, Natasha Cashman, Romain Duris, Vanessa Paradis

  • Crítica

    03/05/2011 18h30

    Gênero de grande repercussão popular tanto nos cinemas como nas videolocadoras, a comédia romântica é o tipo de filme perfeito para ser visto a dois, por casais apaixonados ou não, que buscam por alguns momentos leves e divertidos na tela grande ou na TV. Sem grandes conflitos ou encanações, e geralmente de pouca profundidade, o gênero é um dos grandes representantes do cinema-entretenimento, e é importante fonte de renda para Hollywood.

    Quem se identificou com o parágrafo acima, provavelmente curtirá Como Arrasar um Coração. Com uma ressalva: neste caso, o filme é fonte de renda para o cinema francês, e não para Hollywood. Por que não? Afinal, a comédia romântica não é exclusividade de Ashton Kutcher, Meg Ryan ou Molly Ringwald (essa foi para os mais antiguinhos). Romain Duris (de Albergue Espanhol e Bonecas Russas) também pode. Aqui, ele vive Alex, um conquistador irresistível que joga todo o seu charme e perspicácia sobre jovens incautas que estão prestes a se casar com noivos impróprios, com a finalidade de destruir seus casamentos. Noivos impróprios no julgamento de quem? De quem paga pelos serviços de Alex. Sim, o rapaz é pago – e bem – para destruir casamentos. Isso que é descobrir nicho de mercado!

    Mas qualquer bom frequentador de cinema que conhece as regras básicas da comédia romântica já sabe o que vai acontecer: Alex vai se apaixonar por uma de suas “vítimas”. Clássico.

    Como Arrasar um Coração é um filme simples e descompromissado, de narrativa livre, leve e solta, feito exclusivamente para entreter e divertir. E consegue, principalmente para quem não for exigente demais. Há algumas situações bem construídas, principalmente nas peripécias que Alex e sua equipe armam para se safar das encrencas em que invariavelmente se metem. Pode-se estranhar a escalação de Duris para o papel principal: seria ele tão irresistível assim? O ator, de qualidades dramáticas já provadas e comprovadas em filmes anteriores, parece um pouco franzino demais para viver um conquistador irresistível. Mas de qualquer maneira os franceses (e as francesas) gostaram: o filme vendeu quase 4 milhões de ingressos na França.

    Com belas e românticas locações em Mônaco, Como Arrasar um Coração marca a estreia na direção cinematográfica de Pascal Chaumeil, profissional vindo da televisão e da publicidade.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus