CONFIDENCE - O GOLPE PERFEITO

CONFIDENCE - O GOLPE PERFEITO

(Confidence)

2003 , 73 MIN.

14 anos

Gênero: Aventura

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • James Foley

    Equipe técnica

    Roteiro: Doug Jung

    Produção: Marc Butan, Michael Burns, Michael Ohoven, Michael Paseornek

    Fotografia: Juan Ruiz Anchía

    Trilha Sonora: Christophe Beck

    Elenco

    Andy Garcia, Dustin Hoffman, Edward Burns, Leland Orser, Louis Lombardi, Morris Chestnut, Paul Giamatti, Rachel Weisz

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    James Foley, diretor do elogiado O Sucesso a Qualquer Preço, andava meio sumido do circuito, mas retorna agora com o bom drama romântico-policial Confidence, que no Brasil ganha o subtítulo O Golpe Perfeito. Um subtítulo, por sinal, que já "entrega" boa parte da trama.

    Tudo gira em torno de um grupo de trambiqueiros formado por Jake (Edward Burns, uma espécie de clone de Ben Affleck), Lily (Rachel Weisz) e Gordo (Paul Giamatti). Eles aplicam um grande golpe num criminoso, sem saber que o homem enganado na realidade trabalhava para King (Dustin Hoffman), um poderoso chefão do crime com o qual eles não deveriam ter se metido. Para tentar contornar a saia-justa, Jake procura King com uma proposta insólita: trabalhar para ele, com a intenção de "minimizar" os prejuízos causados pelo golpe. Mas tudo isso é apenas o começo de um enredo que ainda vai trazer várias armadilhas, traições e reviravoltas até a última cena.

    Confidence mistura elementos do cinema de Tarantino, com algumas pitadas de bons policiais britânicos na linha de Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes. Não é tão genial quanto aqueles que o inspiraram, mas mesmo assim prende a atenção com um visual moderno e um arrojado trabalho de montagem, sempre explorando a caricata visão do trambiqueiro sofisticado e glamourizado. Pode não ser uma maravilha, mas sempre vale a pena apreciar um roteiro esperto interpretado por Dustin Hoffman, Andy Garcia e Rachel Weisz. No mínimo, diverte.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus