CONTRATEMPO

CONTRATEMPO

(Contratempo)

2008 , 98 MIN.

14 anos

Gênero: Documentário

Estréia: 13/02/2009

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Malu Mader, Mini Kerti

    Equipe técnica

    Roteiro: Malu Mader, Mini Kerti

    Produção: Bia Almeida, Carolina Benevides

    Fotografia: Flávio Zangrandi

    Trilha Sonora: Valeria Ferrou

    Estúdio: VideoFilmes

  • Crítica

    13/02/2009 00h00

    A atriz Malu Mader é popular por seus papéis em TV e cinema - como o recente A Casa da Mãe Joana e Brasília 18%. Agora, ela se junta a nomes como Matheus Nachtergaele (A Festa da Menina Morta), Selton Mello (Feliz Natal e Letícia Sabatella (Hotxuá) ao ocupar não somente a função de atriz em sua carreira, mas também a de diretora. Sua estréia ocorre no documentário Contratempo, co-dirigido por Mini Kerti.

    Contratempo é um documentário sobre o projeto Villa-Lobinhos, que ensina música clássica a jovens carentes no Rio de Janeiro. Antes mesmo deste filme, Malu já era envolvida com o projeto. A idéia de fazer um documentário focando alguns dos jovens que frequentam as aulas de música foi natural, portanto. A idéia do filme é apresentar não somente o projeto - um "filme-ONG", digamos -, mas também aprofunda melhor no retrato de alguns de seus integrantes e como a música mudou suas vidas.

    A intenção é das melhores: mostrar como a música é capaz de afastar o destino de jovens que moram em comunidades cariocas da bandidagem. Ou não e, ao tentar manter-se longe no otimismo quase cego, o documentáro acaba ganhando em sinceridade.

    A abordagem é das mais clássicas possíveis. Além disso, o tema é bastante óbvio, bem como sua abordagem. O que salva o documentário são os personagens encontrados. Apesar de longo demais, repetitivo em alguns momentos, Contratempo é capaz de emocionar a platéia por conta das histórias de superação que mostra. Fica evidente que a produção executiva de João Moreira Salles foi importante nos caminhos trilhados cinematograficamente pelo longa, o que somente soma às suas qualidades. Contratempo não chega a ser uma obra essencial, mas pode ser apontado como uma estréia no mínimo digna de Malu Mader na direção.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus