Pôster Coração de Cavaleiro

CORAÇÃO DE CAVALEIRO

(A Knight's Tale)

2001 , 132 MIN.

12 anos

Gênero: Aventura

Estréia: 21/09/2001

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Brian Helgeland

    Equipe técnica

    Roteiro: Brian Helgeland

    Produção: Brian Helgeland, Tim Van Rellim, Todd Black

    Fotografia: Richard Greatrex

    Trilha Sonora: Carter Burwell

    Estúdio: Black and Blu Entertainment, Columbia Pictures, Escape Artists, Finestkind

    Montador: Kevin Stitt

    Distribuidora: Columbia Tristar Films of Brasil

    Elenco

    Alan Tudyk, Christopher Cazenove, Daniel Rous, Heath Ledger, Jonathan Slinger, Karel Dobrý, Laura Fraser, Mark Addy, Matthew Mills, Miroslav Mokos, Nick Brimble, Noel le Bon, Paul Bettany, Petr Meissel, Philip Lenkowsky, Roger Ashton-Griffiths, Rufus Sewell, Scott Bellefeville, Shanynn Sossamon, Steven O'Donnell, Vladimír Kulhavý

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Brian Helgeland, um dos responsáveis pelo excelente roteiro de Los Angeles Cidade Proibida, estreou na direção com o policial O Troco, estrelado por Mel Gibson, e partiu em seguida para o seu segundo longa-metragem: a aventura adolescente Coração de Cavaleiro, que estréia agora no Brasil. Tendo Heath Ledger (de O Patriota) no papel principal, Coração de Cavaleiro se diferencia das aventuras adolescentes recentes graças a um importante “detalhe”: a ação não se passa num típico colégio norte-americano ou numa pista de corridas de automóveis. Tudo acontece em plena era medieval!

    A história gira em torno de William, filho de camponeses, cujo maior sonho é se tornar cavaleiro do rei. Ele se inscreve em vários torneios pela Europa, sempre auxiliado pelos amigos, Chaucer (Paul Bettany) e Roland (Mark Addy), mas a honraria de ser cavaleiro é destinada apenas aos nobres. Por causa de suas origens humildes, a luta de William é cada vez mais inglória.
    Até que um dia ele conhece a bela e misteriosa Jocelyn (a estreante atriz havaiana Shannyn Sosamon) e sua vida começa a mudar.

    Duelos medievais bem montados e bem fotografados, produção caprichada e uma ótima reconstituição de época ajudam a esconder a história fraquinha e maniqueísta de Coração de Cavaleiro. Porém, ainda que um pouco ingênuo demais para a época de hoje, o filme tem um agradável sabor de aventura à moda antiga, algo no estilo “Ivanhoé” que resgata uma nostalgia perdida em algum lugar do passado.

    A trilha sonora reciclando alguns antigos sucessos do grupo inglês Queen ajuda a dar armadura nova a esta velha história de cavaleiros. Algo assim como “Excalibur vai ao shopping”.

    Divertido, se você não exigir demais.

    19 de setembro de 2001
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista e crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Televisão, Canal 21, Band News e Rádio CBN. Às sextas-feiras, é colunista do Cineclick. [email protected]



Deixe seu comentário
comments powered by Disqus