COWBOYS & ALIENS

COWBOYS & ALIENS

(Cowboys & Aliens)

2011 , 118 MIN.

12 anos

Gênero: Ação

Estréia: 09/09/2011

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Jon Favreau

    Equipe técnica

    Roteiro: Alex Kurtzman, Roberto Orci

    Produção: Alex Kurtzman, Brian Grazer, Damon Lindelof, Johnny Dodge, Roberto Orci, Ron Howard, Scott Mitchell Rosenberg

    Fotografia: Matthew Libatique

    Trilha Sonora: Harry Gregson-Williams

    Estúdio: DreamWorks SKG, Fairview Entertainment, Imagine Entertainment, K/O Paper Products, Platinum Studios, Relativity Media, Reliance Entertainment, Universal Pictures

    Distribuidora: Paramount Pictures Brasil

    Elenco

    Abigail Spencer, Adam Beach, Amanda Fresquez, Ana de la Reguera, Brendan Wayne, Brian Duffy, Buck Taylor, Calum Blaylock, Chad Randall, Chris Browning, Clancy Brown, Cooper Taylor, Daniel Craig, David Chee, David Midthunder, David O'Hara, Freddy Apache, Garret Noel, Gavin Grazer, Harrison Ford, Hoyle Osborne, Jimmy Jatho, Julio Cedillo, Keith Carradine, Kenny Call, Lariat Geronimo, Matthew Taylor, Moses Brings Plenty, Nathaniel Chee, Noah Ringer, Oliver Enjady, Olivia Wilde, Paul Dano, Paul Ortega, Phillip Pike, Raoul Trujillo, Rex Rideout, Sam Rockwell, Scout Schoenfeld Hendrickson, Simon Choneska, Toby Huss, Troy Gilbert, Vonda Tso, Walton Goggins, Wyatt Russell

  • Crítica

    06/09/2011 19h27

    A mistura de gêneros, recurso que o cinema sulcoreano já descobriu faz tempo e tem praticado com muito talento, ainda é novidade em outras cinematografias mais conservadoras e mais presas aos padrões de mercado. Como a norteamericana, por exemplo. Por isso, é mais que bem-vinda esta divertida brincadeira cinematográfica cujo título já define tudo: Cowboys & Aliens. É isso mesmo que você pensou. Um filme de aventura que mistura no mesmo balaio os cânones tradicionais de dois dos gêneros mais apreciados pelo público em geral: os westerns e a ficção científica, mais especificamente os filmes sobre invasores interplanetários.

    Tudo começa num típico deserto de filme de faroeste, onde um sujeito (o 007 Daniel Craig) acorda o meio do nada, sem lembrar sequer o seu nome (hello, Jason Bourne). Em seu braço, um estranho bracelete futurista. Não demora muito para ele se envolver com o filho mimado de Dolarhyde (Harrison Ford), o inescrupuloso poderoso local. Claro que entre ambos vai nascer uma rivalidade mortal. Afinal, estamos num filme de cowboy. Mas todas as diferenças terão de ser superadas com a presença de um inimigo (muito) maior: invasores do espaço dispostos a roubar todo o ouro da Terra e, de quebra, extinguir nossa raça. Claro, estamos num filme de ETs.

    Escrito a 16 mãos (uia!), o roteiro aos poucos incorpora outros elementos – criminosos, índios – que terão de esquecer suas diferenças históricas e se assumirem como meros seres humanos para enfrentar os invasores. Não deixa de ser um filme pacifista. E familiar, já que o fio condutor da narrativa se apóia basicamente num garoto em busca pelo avô, num homem em busca da esposa, e num pistoleiro arrependido em busca de uma nova vida.

    Mas para quem não está nem um pouco a fim deste tipo de leitura humanista, Cowboys e Aliens cumpre com eficiência sua promessa básica de diversão e entretenimento. O diretor Jon Favreau, o mesmo dos dois Homem de Ferro, constrói bem seus personagens (que não são poucos), coloca humor na medida certa, e domina bem os efeitos especiais. Claro, com muita ação, pois trata-se acima de tudo com um filme com pretensões a blockbuster.

    Com produção de Steven Spielberg, Cowboys e Aliens é baseado nos quadrinhos de Scott Mitchell Rosenberg, e garante boa diversão sem compromisso. A lamentar somente a falta de luminosidade e brilho da projeção realizada para a imprensa no sempre insatisfatório Cinemark do Shopping Paulista.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus