DE ONDE EU TE VEJO

DE ONDE EU TE VEJO

(De Onde Eu Te Vejo)

2014 , 90 MIN.

12 anos

Gênero: Comédia Romântica

Estréia: 07/04/2016

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Luiz Villaça

    Equipe técnica

    Roteiro: Leonardo Moreira, Rafael Gomes

    Produção: Denise Gomes, Paula Cosenza

    Fotografia: Alexandre Ermel

    Estúdio: BossaNovaFilms, Globo Filmes

    Montador: Marcola Marinho

    Distribuidora: Warner Bros.

    Elenco

    Denise Fraga, Domingos Montagner, Fúlvio Stefanini, Juca de Oliveira, Laila Zaid, Laura Cardoso, Manoela Aliperti, Marcello Airoldi, Marisa Orth, Theo Werneck

  • Crítica

    06/04/2016 14h22

    Por Iara Vasconcelos

    Você conseguiria imaginar Meia Noite Em Paris, Manhattan, Medianeras - Buenos Aires Na Era Do Amor Virtual, entre outros filmes, sem a magnitude de suas locações? Provavelmente não seria a mesma coisa, já que nessas tramas a cidade é como uma protagonista à parte. Assim como em O Ano Em Que Meus Pais Saíram De Férias e o recente Amor Em Sampa, De Onde Eu Te Vejo constrói sua narrativa em torno da cidade de São Paulo, mais precisamente no centro.

    A trama acompanha o casal Ana Lúcia (Denise Fraga) e Fábio (Domingos Montagner), que vieram ainda jovens para a cidade. Ela queria ser uma arquiteta de sucesso para construir coisas bonitas, já que considerava a capital paulista feia, já ele tinha o sonho de trabalhar em um grande jornal. Os objetivos foram alcançados parcialmente. Ela trabalha negociando terrenos e ele escreve para um jornal tradicional.

    Entretanto, a relação se desgasta ao longo dos vinte anos e os dois decidem se separar, mas passam a viver em um apartamento de frente para o outro. Assim como a cidade de São Paulo e suas constantes transformações, eles precisam enfrentar os desafios da separação, a crise no trabalho e a mudança da filha para outra cidade.

    O diretor Luiz Villaça soube explorar bem o lado belo e melancólico da Selva de Pedra. Indo na contramão das produções brasileiras atuais, o filme se aproxima mais do modelo de comédia romântica norte-americano. O diálogo ágil, e com humor leve, faz com que a trama flua de forma natural e a simplicidade e a imperfeição de seus personagens tornam a identificação com a história muito fácil.

    O filme também traz personagens coadjuvantes muito interessantes, como a criadora de passarinhos interpretada por Laura Cardoso, que simboliza o tradicionalismo e a genuinidade que ainda há na cidade, mesmo diante da atmosfera pesada do nosso cotidiano, até a personagem Olga, vivida por Marisa Orth, mulher de meia idade que sofre com a pressão de não ter um relacionamento sólido e ter ficado desempregada.

    De Onde Eu Te Vejo não tem planos de trazer uma grande lição de vida e nem de ser um filme referência, mas consegue relacionar as paisagens de São Paulo com a história de maneira envolvente. Encontrar beleza na rotina é uma de suas maiores lições. Ao final da sessão, não será difícil sair da sala de cinema com um sorriso de canto de boca.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus