DE PASSAGEM

DE PASSAGEM

(De Passagem)

2003 , 87 MIN.

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Ricardo Elias

    Equipe técnica

    Roteiro: Claudio Yosida, Ricardo Elias

    Produção: Assunção Hernandes, Van Fresnot

    Fotografia: Carlos Yamashita

    Trilha Sonora: André Abujamra

    Estúdio: Raiz Produções

    Elenco

    Cleide Queiroz, Fabio Nepomuceno, Gesiu Amadeu, Silvio Guindane

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    É uma bela história. Uma trama sobre irmãos e amigos de infância que se distanciam, mudam de perspectivas de vida, mas que no fundo percebem o quanto podem ser iguais em suas diferenças. De Passagem, longa-metragem de estréia de Ricardo Elias, retrata as trajetórias de Jéferson (Silvio Guindane), seu irmão Washington e o amigo Kennedy (Fábio Nepo). Tudo começa quando Jéferson - rapaz sério e responsável, que segue carreira militar - recebe um telefonema desesperado de sua mãe. Motivo: o irmão Washington, suspeito de traficar drogas, provavelmente teria sido morto pela polícia. Era preciso fazer o reconhecimento do corpo, para se ter certeza. O clima é de tensão. Revoltado contra o comportamento do próprio irmão, Jéferson e Kennedy, um amigo de infância, iniciam um verdadeiro road movie pelos meandros da cidade de São Paulo, rumo ao Instituto Médico Legal. Pelo caminho renascem antigas mágoas e rancores que pareciam adormecidos. De trem, metrô, a pé, ou ônibus, os dois personagens se vêem obrigados a confrontar a verdade de cada um, para que ambos possam finalmente chegar a uma verdade maior e mais perturbadora: o paradeiro de Washington.

    Trata-se de um filme cru. Cruel em certo sentido. De uma simplicidade das mais bem-vindas. Sem retoques, sem floreios, coerente com a dureza da realidade que aborda. Um trabalho sincero e emotivo, que esbarra apenas na fragilidade das interpretações da maior parte do elenco. Releve o detalhe, dê um desconto, e curta o filme de coração aberto.

    Em tempo: o filme foi vencedor dos prêmios de Melhor Filme, Diretor, Ator Coadjuvante (Fabio Nepomuceno) e Roteiro no Festival de Gramado de 2003.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus