DEU A LOUCA NOS BICHOS

DEU A LOUCA NOS BICHOS

(Furry Vengeance)

2010 , 92 MIN.

Gênero: Comédia

Estréia: 21/05/2010

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Roger Kumble

    Equipe técnica

    Roteiro: Josh Gilbert, Michael Carnes

    Produção: Keith Goldberg, Robert Simmonds

    Fotografia: Peter Lyons Collister

    Estúdio: Imagenation Abu Dhabi FZ, Participant Media, Summit Entertainment

    Distribuidora: Paris Filmes

    Elenco

    Angela Kinsey, Brendan Fraser, BrookeShields, Nean Lyman, Ricky Garcia, Rob Riggle, Samantha Bee, Skyler Samuels

  • Crítica

    20/05/2010 16h40

    A vingança voltou ao cinema. Tema de filmes sul-coreanos (Lady Vingança), adaptação de graphic novels (V de Vingança) e base para personagens que resolvem tudo com as próprias mãos (Desejo de Matar). Pois bem, esqueça-se dos filmes de fôlego: Deu a Louca nos Bichos é uma comédia para família e politicamente correta.

    Roteiro clássico e simples, um protagonista com a necessária empatia, um elenco coadjuvante bom e locações bonitas são suficiente para que Deu a Louca nos Bichos cumpra o que promete: o cinema como isolamento. Pipoca, refrigerante e fuga da realidade.

    Dan Sanders (Brendan Fraser) sai da urbana Chicago para uma região arborizada de Oregon. Lá, tem de supervisionar a construção de uma casa ecologicamente correta, só que precisa interferir no habitat da região. Se você pensa que os ambientalistas serão os responsáveis por atrapalhar seu trabalho, enganou-se. São os animais que se opõem ao seu trabalho.

    É justamente nas confusões que os bichos causam para Dan que o filme se concentra. Sem complicações, Deu a Louca nos Bichos aposta em trapalhadas, enganos e empatia do público com as vítimas. À exceção de Brendan Fraser, os atores sequer têm de trabalhar muito para dar vida a seus personagens, que servem apenas de contraponto ao protagonista.

    Do elenco coadjuvante, o destaque é Samantha Bee, comediante da equipe do The Daily Show With John Stewart. Já está mais do que na hora da canadense ganhar um personagem grande no cinema.

    Ah, aos espectadores que buscam um filme que valha a pipoca, o ingresso e ainda passe uma mensagem, Deu a Louca nos Bichos também não se esquece dessa faixa do mercado. Nas entrelinhas, o filme condena quem não se relaciona de maneira harmônica com a natureza, já que os percalços de Dan são retratados como punição. Simplista. Mas tudo que Deu a Louca nos Bichos não quer é ser minimamente complicado.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus