Dois Lados do Amor

DOIS LADOS DO AMOR

(The Disappearance of Elenor Rigby)

2014 , 123 MIN.

14 anos

Gênero: Drama

Estréia: 12/03/2015

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Ned Benson

    Equipe técnica

    Roteiro: Ned Benson

    Produção: Cassandra Kulukundis, Emanuel Michael, Jessica Chastain, Todd J. Labarowski

    Fotografia: Christopher Blauvelt

    Trilha Sonora: Son Lux

    Estúdio: Division Films, Dreambridge Films, Kim and Jim Productions, Myriad Pictures, Unison Films

    Distribuidora: Califórnia Filmes

    Elenco

    Bill Hader, Brendan Donaldson, Ciarán Hinds, Daron Stewart, Isabelle Huppert, James McAvoy, Jeremy Shamos, Jess Weixler, Jessica Chastain, Jimmy Palumbo, Johnathan Fernandez, Julee Cerda, June Miller, Justine Salata, Lawrence Cioppa, Marta Milans, Michael King, Musto Pelinkovicci, Nikki M. James, Nina Arianda, Rafael Feldman, Ryan Eggold, Sasha Eden, Viola Davis, Will Beinbrink, William Hurt, Wyatt Ralff

  • Crítica

    12/03/2015 11h22

    The Disappearance of Elenor Rigby, título original de Dois Lados Do Amor é o primeiro trabalho de Ned Benson. Logo em sua estreia, o diretor apostou em uma ideia original: a história não é contada apenas em um filme, mas em três: um pelo ponto de vista dele (The Disappearance of Eleanor Rigby: Him), outro pelos olhos dela (The Disappearance of Eleanor Rigby: Her) e um terceiro que engloba as duas visões (The Disappearance of Eleanor Rigby: Them). É apenas este último que estreia nos cinemas nacionais.

    O título original conversa melhor com a proposta do diretor, já que o filme trata justamente do desaparecimento da protagonista - tanto no sentido real quanto no figurado. Ele é Connor Ludlow (James McAvoy) e ela Eleanor Rigby (Jessica Chastain). Ambos moram em Nova York, vivem felizes em suas vidas. Ele passa os dias trabalhando em seu restaurante, enquanto ela é estudante universitária. Ma há uma grande tragédia que altera para sempre suas trajetórias.

    Nenhuma história possui uma única verdade e Benson constrói bem a dúvida sobre o que de fato aconteceu. A ideia não é ceder aos clichês e construir uma história com começo, meio e fim. Dois Lados Do Amor instiga o espectador a buscar elementos para construir sua própria percepção sobre o que é contado.

    Não se trata também de um romance costumeiro, muito menos de um relato de amor açucarado. O roteiro constrói um filme de diálogos densos e a direção precisa deixa lacunas nas interpretações. The Disappearance of Elenor Rigby trata de relacionamentos, mas também da influência de eventos cotidianos na nossa própria identidade. Como superar uma perda? Como se reencontrar diante de uma grande perda?

    É bem verdade que a experiência é prejudicada. Para compreender tudo o que Benson pretende com essa história, é essencial assistir aos outros dois filmes, algo que os cinéfilos brasileiros não podem fazer neste primeiro momento. Só após perceber todas as sombras que rondam o passado desse casal é possível concluir algo. É um filme em etapas, assim como o desaparecimento da tal Eleanor Rigby.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus