DOM

DOM

(Dom)

2003 , 91 MIN.

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Moacyr Góes

    Equipe técnica

    Roteiro: Moacyr Góes

    Produção: Telmo Maia

    Fotografia: Toca Seabra

    Trilha Sonora: Ary Sperling

    Estúdio: Diler & Associados

    Elenco

    Ana Abott, Bruno Garcia, Cláudia Ventura, Gustavo Ottoni, Isa Shering, Ivan Gradin, Leon Góes, Luciana Braga, MaluGalli, Marcos Palmeira, Maria Fernanda Cândido, Nilvan Santos, Thiago Farias, Walter Rosa

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Basicamente, trata-se de uma releitura contemporânea do famoso livro Dom Casmurro, de Machado de Assis. Não é um filme de época, mas é a mesma situação vivida no livro transposta para os dias de hoje. Para quem fugiu da escola ou não lembra bem da época do vestibular, vale ressaltar que o livro conta a história de Bento, um sujeito profundamente angustiado pela dúvida de estar (ou não) sendo traído pela sua esposa. O filme simplesmente revive a situação, traz a ação para os dias de hoje, moderniza os estilos de vida dos personagens e elimina todas as sutilezas da obra original.

    Trata-se de uma pasteurização simplista que até poderia ter dado certo num curta, mas que se torna lenta e redundante num longa-metragem. O bom elenco (Marcos Palmeira, Maria Fernanda Cândido e Bruno Garcia) até que se esforça, mas não consegue extrair muita coisa de um roteiro tão ralo. A direção de Moacyr Góes - profissional vindo do teatro estreando agora na tela grande - também não ajuda a tornar Dom um espetáculo mais palatável. Mesmo porque Chabrol já fez um belíssimo filme sobre o mesmo tema: Ciúme - O Inferno do Amor Possessivo. E a comparação se torna inevitável.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus