DOZE HOMENS E OUTRO SEGREDO

DOZE HOMENS E OUTRO SEGREDO

(Ocean's Twelve)

2004 , 125 MIN.

Gênero: Ação

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Steven Soderbergh

    Equipe técnica

    Roteiro: George Nolfi

    Produção: Jerry Weintraub

    Fotografia: Steven Soderbergh

    Trilha Sonora: David Holmes

    Estúdio: Jerry Weintraub Productions, Section Eight, Village Roadshow Pictures, Warner Bros. Pictures, WV Films III

    Elenco

    Adriano Giannini, Amelie Kahn-Ackermann, Ana Caterina Morariu, Andrea Buhl, Andy Garcia, Anne Jacques, Anne-Solenne Hatte, Antonio De Matteo, Bernie Mac, Brad Pitt, Bruce Willis, Candice Azzara, Carl Reiner, Carlo Antonazzo, Casey Affleck, Catherine Zeta-Jones, Cherry Jones, Chris Tates, Craig Susser, David Lindsay, David Sontag, Dennis Di Angelo, Denny Mendez, Dina Connolly, Don Cheadle, Don Tiffany, Ed Kross, Eddie Izzard, Eddie Jemison, Elena Potapova, Elliott Gould, Francesca Lancini, George Clooney, Giselda Volodi, Giulio Magnolia, James Schneider, Jared Harris, Jennifer Liu, Jeroen Krabbé, Jeroen Willems, Jerry Weintraub, Jessie Bell, Johan Widerberg, Julia Roberts, Karl A. Brown, Larry Sontag, Leah Zhang, Luciano Miele, Marc Bodnar, Martina Stella, Mathieu Simonet, Matt Damon, Mattia Sbragia, Michael Delano, Michael Van Der Heijden, Mingming Gao, Mini Anden, Nasser Faris, Nelson Peltz, Nerissa Tedesco, Nichelle Hines, Raquel Faria, Robbie Coltrane, Scott Caan, Scott L. Schwartz, Shaobo Qin, Sylvia Kwon, Vincent Cassel, Youma Diakite

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Em um mundo politicamente correto e justo, um bando de ladrões engenhosos que roubam milhões de dólares de um cassino nunca sairiam impunes. Nem conquistariam o público se protagonizassem um filme. Mas quem disse que o politicamente correto é sempre divertido? É por isso que Onze Homens e Um Segredo fez tanto sucesso quando lançado, em 2001, faturando mais de US$ 130 milhões somente nos EUA. Apesar de ser refilmagem de clássico homônimo dos anos 60 que não tem continuação, um filme de sucesso sempre pede outro quando estamos falando de Hollywood. Por isso mesmo você está lendo este texto: sem essa premissa, não existiria Doze Homens e Outro Segredo, que traz de volta os ladrões mais carismáticos do cinema.

    Depois de roubar US$ 160 milhões e sair impune, a gangue liderada por Danny Ocean (George Clooney) resolve se aposentar e curtir a grana. Danny se casou novamente com a ex-mulher, Tess (Julia Roberts); Rusty Ryan (Brad Pitt) está tentando se dar bem no ramo de hotéis; Linus (Matt Damon) investiu em talentos sem muito sucesso; os irmãos Virgil (Casey Affleck) e Tuck (Scott Caan) continuam brigando como sempre, mas um deles está prestes a se casar; o chinês elástico Yen (Shaobo Qin) vive uma vida de rapper em Miami, com uma luxuosa casa e rodeado por modelos; Frank (Bernie Mac) não dispensa uma manicure, enquanto que Basher (Don Cheadle) usou o montante para investir em sua carreira musical. Reuben (Elliott Gould), que já era rico antes do golpe, só usou seus conhecimentos para multiplicar sua fortuna, enquanto que Livingston (Eddie Jemison) não gastou quase nada do produto porque continuou morando com seus pais. Já Saul (Carl Reiner) continuou aproveitando a rica aposentadoria depois de investir no plano de Danny Ocean.

    Tudo vai muito bem durante dois anos, até que Terry Benedict (Andry Garcia) encontra cada um dos ladrões e os ameaça: se não tiver US$ 160 milhões, com juros, em suas mãos em duas semanas, cada um dos onze membros do bando de Danny vai partir desta para melhor. É quando eles se reencontram e planejam novos golpes, desta vez na Europa, para recuperar o dinheiro. A novidade é que surge na história Isabel Lahiri (Catherine Zeta-Jones). Ex-namorada de Ryan, ela é agente da Europol e especializada em perseguir ladrões que aplicam grandes golpes. Um deles é a Raposa da Noite, alter-ego do playboy François Toulour (Vincent Cassel), que está louco para provar que é o maior ladrão de todos os tempos, tornando-se uma verdadeira pedra nos sapatos italianos de nossos anti-heróis.

    Com um roteiro inteligente, mostrando os golpes muito bem planejados da gangue de Danny, Doze Homens e Outro Segredo não é uma continuação mais fraca do que o longa original. O filme conserva o humor presente em Onze Homens e Um Segredo e ainda tem a proeza de reunir o elenco estelar da primeira aventura. Inclusive, eles mesmos acabam tirando um sarro dessa aura de celebridade que os envolve quando Tess é colocada nos planos assumindo a identidade de ninguém menos do que Julia Roberts.

    Doze Homens e Outro Segredo apresenta ao público um cinema-pipoca de alta qualidade - coisa rara nos dias de hoje. Roteiro inteligente, belas locações e, porque não dizer, belos protagonistas, fazem com que este filme seja acima da média, uma ótima pedida para aqueles dias nos quais você só quer sentar no cinema munido de um saco de pipocas cheio de manteiga e simplesmente esquecer das mazelas do mundo.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus