DRAGON BALL Z

DRAGON BALL Z

(Dragon Ball Z)

1990 , 61 MIN.

anos

Gênero: Animação

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Daisuke Nishio

    Equipe técnica

    Roteiro: Takao Koyama

    Produção: Kazumasa Horikawa, Matsuji Kishimito

    Trilha Sonora: Shunsuke Kikuchi

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Deveria ser caso de Procon ou de polícia: na esteira do sucesso de Pokemon, está sendo lançada nos nossos cinemas uma gigantesca enganação chamada Dragon Ball Z - o Filme. Vamos por partes: Dragon Ball Z é um desenho animado japonês que faz muito sucesso no Cartoon Network e na TV Bandeirantes. Até aí, tudo bem. Porém, na clara tentativa de ludibriar o público, chega nos cinemas do Brasil um simples episódio de TV, de apenas 62 minutos de duração, produzido há dez anos, e que a distribuidora insiste em batizar como Dragon Ball Z - O Filme. Que filme? O que foi jogado nas nossas telas não passa de um mero pedaço de seriado antigo e (mal) produzido para a tela pequena. O que certamente vai decepcionar os milhares de fãs da série.
    O caso de Pokemon é totalmente diferente: tanto Pokemon - O Filme como Pokemon 2000 são longas metragens inéditos, criados e produzidos especificamente para a tela grande.
    Este Dragon Ball Z do cinema (?) deixa a impressão de que entramos num filme já começado e saímos antes dele acabar: quase tudo é sem pé nem cabeça, justamente por se tratar de um episódio de uma história que só quem já viu os outros capítulos será capaz de entender. Basicamente, a trama fala de um E.T. maligno que planta na Terra a semente de uma árvore que - se crescer - sugará toda nossa força vital. Do roteiro à animação, tudo da pior qualidade.


    Julho de 2000
    ----------------------

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus