EM FUGA

EM FUGA

(Cavale/ On The Run)

2002 , 117 MIN.

Gênero: Suspense

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Lucas Belvaux

    Equipe técnica

    Roteiro: Lucas Belvaux

    Produção: Diana Elbaum, Patrick Sobelman

    Fotografia: Pierre Milon

    Trilha Sonora: Riccardo Del Fra

    Estúdio: Canal+

    Elenco

    Catherine Frot, Dominique Blanc, Gilbert Melki, Lucas Belvaux, Olivier Darimont, Ornella Muti, Patrick Descamps

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Já faz algum tempo que virou moda a realização de trilogias no cinema. Para todos os gostos. Desde Matrix, um mero "caça-níqueis", até O Senhor dos Anéis, previsto desde o seu início para ser realmente uma trilogia, passando por clássicos como O Poderoso Chefão (sem dúvida, a melhor de todas) e Indiana Jones. Isso sem contar o caso de George Lucas, que fez de seu Star Wars não apenas uma, mas duas trilogias. Duro de Matar, Parque dos Dinossauros... Até American Pie teve três episódios lançados na tela grande. Será que eles fazem isso só pra depois colocar tudo numa caixa e vender mais DVDs? Talvez.

    Mas o fato é que temos agora uma trilogia que - por três motivos - é bem diferente das demais: primeiro por ser uma produção franco/ belga, segundo pelo fato de seus três episódios poderem ser exibidos em qualquer ordem, sem nenhum prejuízo à compreensão da trama. E terceiro por que cada um dos três filmes tem um gênero diferente. Trata-se da trilogia do cineasta belga Lucas Belvaux, formada pela comédia Um Casal Admirável, o suspense Em Fuga e o drama Acordo Quebrado. Um só realizador, os mesmos personagens, os mesmos atores, em histórias que se esbarram. Cada uma delas com pontos de vista e olhares diferentes. Quem é protagonista num filme pode ser coadjuvante no outro. E os três se completam num grande painel que - assim como a vida - tem momentos cômicos, dramáticos, assustadores...

    Os três filmes foram roteirizados e dirigidos por Belvaux, que também interpreta o papel de Bruno em todos eles. Eles foram rodados simultaneamente e lançados nos cinemas, também simultaneamente, em 2002, três anos antes do diretor se consagrar no mercado internacional com Feliz Natal, indicado ao Oscar de Filme Estrangeiro. No Brasil, o primeiro a ser lançado é o thriller Em Fuga, contando a história de Bruno, radical de esquerda que consegue escapar da cadeia após 15 anos encarcerado. Na fuga, porém, um de seus melhores amigos é morto e ele se vê obrigado a buscar refúgio com seus ex-companheiros. Mas o mundo mudou radicalmente durante este período, os velhos comunistas se aburguesaram e agora só resta a Bruno procurar o apoio de uma desconhecida, a viciada Agnés (Dominique Blanque, que esteve em O Pornógrafo e O Buquê).

    Em Fuga é um eficiente suspense com toques de filme noir. Em certos momentos, tem pontos em comum com o brasileiro Cabra-Cega ao mostrar a luta desesperada e praticamente solitária de um militante de esquerda que não abre mão de seus princípios. Embora aqui o foco seja outro: o confronto dos ideais de antigamente com a total falta de ideais de hoje.

    Se alguns personagens parecerem gratuitos, se algumas situações soarem deslocadas, não estranhe. Tudo será explicado nos outros dois filmes da trilogia, embora não seja absolutamente necessário vê-los para apreciar Em Fuga. A distribuidora promete as estréias de Acordo Quebrado em Um Casal Admirável para as próximas semanas.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus