Cartaz de A Procura do Amor

À PROCURA DO AMOR

(Enough Said)

2013 , 94 MIN.

Gênero: Comédia

Estréia: 06/12/2013

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Nicole Holofcener

    Equipe técnica

    Roteiro: Nicole Holofcener

    Produção: Anthony Bregman, Stefanie Azpiazu

    Fotografia: Xavier Pérez Grobet

    Trilha Sonora: Marcelo Zarvos

    Estúdio: Fox Searchlight Pictures, Likely Story

    Montador: Robert Frazen

    Distribuidora: Fox Film

    Elenco

    Ben Falcone, Catherine Keener, Christopher Nicholas Smith, James Gandolfini, Jessica St. Clair, Julia Louis-Dreyfus, Lennie Loftin, Michaela Watkins, Phillip Brock, Toni Collette, Tracey Fairaway

  • Crítica

    04/12/2013 08h31

    Por Daniel Reininger

    Um dos últimos trabalhos de James Gandolfini, astro de A Família Soprano. Só essa frase já deveria ser o bastante para convencer muita gente a ir ao cinema, porém não é a única razão. À Procura do Amor, apesar do nome sem inspiração, é um filme apaixonante, capaz de encantar não apenas aos apreciadores de comédias românticas, mas também aos inevitáveis acompanhantes que tentam esconder o tédio a todo custo da pessoa amada.

    A cineasta Nicole Holofcener (Sentimento De Culpa) volta a buscar inspiração em Woody Allen para mostrar as armadilhas e as expectativas do primeiro grande romance depois do casamento. O quinto longa da diretora é bastante convencional, mas está repleto de humor, situações embaraçosas e digressões filosóficas sérias, com diálogos sobre a vida e o amor.

    Eva (Julia Louis-Dreyfus) é uma massagista e mãe divorciada, cuja filha está prestes a ir para a faculdade. Conforme a solidão aumenta, ela procura conforto onde pode e, no processo, acaba sendo pega de surpresa ao se apaixonar por Albert (Gandolfini), homem fora dos padrões de beleza e com manias que levaram sua ex-mulher à loucura.

    As peculiaridades do homem, aos poucos, começam a incomodar também Eva, que passa a enumerar mentalmente os prós e contras do relacionamento, a fim de avaliar a viabilidade a longo prazo do namoro. Ele é mais gordo do que ela gostaria e um pouco atrapalhado. Ao mesmo tempo, ele é doce e o sexo é ótimo. Tudo piora graças à Marianne (Catherine Keener), cliente da protagonista, poeta e divorciada que teve uma experiência péssima no casamento e aconselha Eva a proceder com cautela.

    A narrativa depende de uma reviravolta bastante óbvia desde o início, então é um alívio isso acontecer logo cedo na história. Basta dizer que a avaliação contínua de Eva a Albert a faz questionar a própria vida amorosa e de seus conhecidos, até chegar à grande pergunta: A felicidade é pura questão de aceitação? A partir daí é ver como ela lida com a situação.

    Simultaneamente, acompanhamos subtramas interessantes como a crescente ligação de Eva com a colega de sua filha e a relação estranha da própria amiga, a psicóloga Sarah, com a faxineira. Esses momentos adicionam ao tema central da obra, mas, aos poucos, parecem excessivamente calculados, beirando o exagero.

    O longa evita cair no banal graças à Gandolfini, em um papel que será lembrado como um dos mais vulneráveis de sua carreira. Ele consegue alternar bom humor e intensidade dramática e tem ótima química com Julia. A atriz, por sinal, volta ao cinema depois de 15 anos - seu último papel foi em Desconstruindo Harry de Woody Allen - e, por isso, sua performance está mais próxima às suas personagens de seriados. Apesar de exageros, ela funciona, pois sabe ser sarcástica e mantém o nível quando divide a tela com grandes atores.

    À Procura do Amor mostra com maturidade o romance entre duas pessoas de meia idade. Suave, o longa ainda consegue ser divertido. O elenco todo está muito bem, as filhas dos casais foram muito bem escaladas, assim como o círculo social do casal de protagonistas. Todos têm pequenas manias que deixam os personagens vibrantes e até o menor dos papeis ganha profundidade. Esse é mais um bom trabalho de Nicole Holofcener e uma grande despedida para Gandolfini.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus