ESTORVO

ESTORVO

(Estorvo)

2000 , 95 MIN.

18 anos

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Ruy Guerra

    Equipe técnica

    Roteiro: Ruy Guerra

    Elenco

    Bianca Byington, Jorge Perugorría, Leonor Arocha, Susana Ribeiro, Tonico Oliveira, Xando Graça

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Dirigido por Ruy Guerra a partir do romance homônimo de Chico Buarque de Hollanda. Produzido por Brasil, Portugal e Cuba, Estorvo mostra a trajetória de um homem perturbado (o cubano Jorge Perugorría, de Morango e Chocolate e Guantanamera) que caminha desesperadamente entre o real e o imaginário. Com imagens distorcidas e uma direção de arte propositalmente feia, o filme não se propõe a contar uma história linear, mas sim a passar a angústia de um personagem enclausurado dentro do seu próprio mundo de aflições e terror.
    Não espere soluções, mas questionamentos. Não espere um cinema fácil, mas sim inquietações. Se Ruy Guerra desejou fazer de Estorvo uma experiência cinematográfica angustiante, passando para o público a aflição de seu personagem, boas notícias: conseguiu. Só fica difícil saber quem está disposto a pagar 10 reais para se angustiar e se afligir diante de uma tela de cinema. Sim, porque Estorvo é um filme absolutamente coerente com seu título.
    Foi o representante brasileiro no recente Festival de Cannes, onde não foi bem recebido.

    -----------------------------
    Celso Sabadin é jornalista especializado em cinema desde 1980. Atualmente é crítico da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão, e do Canal 21.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus