EUREKA

EUREKA

(Eureka)

2000 , 217 MIN.

14 anos

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Shinji Aoyama

    Equipe técnica

    Roteiro: Shinji Aoyama

    Produção: Takenori Sento

    Fotografia: Masaki Tamura

    Trilha Sonora: Isao Yamada, Shinji Aoyama

    Elenco

    Aoi Miyazaki, Go Riju, Ken Mitsuishi, Kimie Shingyoji, Kôji Yakusho, Masaru Miyazaki, Sansei Shiomi, Yoichiro Saito, Yutaka Matsushige

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Se você é daqueles cinéfilos que gosta de assistir a todos os filmes que passam no cinema, prepare-se. Compre um lanchinho reforçado, escolha a melhor poltrona, acomode-se bem e – totalmente sem pressa – curta Eureka, premiado trabalho do diretor Ayoama Shinji.

    Será necessária uma boa dose de paciência oriental para apreciar, na íntegra, este drama rodado em preto-e-branco, com três horas e 37 minutos de duração. É isso mesmo: mais de 3 horas e meia de projeção!

    Basicamente a história mostra várias pessoas desestabilizadas por uma fatalidade do destino. A dor faz com que elas busquem novos tipos de círculos familiares, em que o horror da experiência poderá ser
    compartilhado e, conseqüentemente, amenizado. Tudo começa em Kyushu, sudoeste do Japão, numa manhã quente de verão. De repente, um ônibus é seqüestrado com violência. O saldo trágico da operação é uma carnificina com apenas três sobreviventes: Makoto, o motorista, Kozue, uma estudante, e Naoki, seu irmão mais velho. A partir daí, Eureka vai acompanhar os destinos destes traumatizados sobreviventes e das pessoas com as quais eles passam a se relacionar.

    O diretor Shinji teve a idéia de realizar Eureka enquanto refletia sobre o choque e os traumas sofridos pelas pessoas envolvidas no caso do chamado “maníaco do gás”, que atacava no metrô de Tóquio. De certa forma, o filme é um road movie por meio da alma humana. “É uma oração em nome do sentimento de se continuar vivendo”, nas palavras do próprio diretor.

    Eureka foi o vencedor do Prêmio da Crítica e do Prêmio Ecumênico do Júri no Festival de Cannes do ano passado.

    6 de junho de 2001
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista e crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Televisão, Canal 21, Band News e Rádio CBN. Às sextas-feiras, é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus