GARÇONETE

GARÇONETE

(Waitress)

2007 , 108 MIN.

12 anos

Gênero: Comédia Romântica

Estréia: 12/10/2007

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Adrienne Shelly

    Equipe técnica

    Roteiro: Adrienne Shelly

    Produção: Michael Roiff

    Fotografia: Matthew Irving

    Trilha Sonora: Andrew Hollander

    Estúdio: Night and Day Pictures

    Elenco

    Adrienne Shelly, Andy Griffith, Cheryl Hines, Eddie Jemison, Jeremy Sisto, Keri Russell, Lew Temple, Nathan Fillion

  • Crítica

    12/10/2007 00h00

    Jenna (Keri Russell) é uma garota sufocada por prisões que ela mesma construiu para si. Ela cria e cozinha tortas que deliciam a todos, poderia abrir seu próprio restaurante, mas prefere se submeter a um patrão grosseiro, trabalhando como garçonete. É bonita e inteligente, mas vive submetida a Earl (Jeremy Sisto), um marido possessivo que a trata como lixo. Desconhecedora de seu potencial como profissional e mulher, talvez nem a própria Jenna saiba por que tanta resignação - e nem é intenção do roteiro discutir isso -, mas o fato é que a jovem garçonete, logo na primeira cena do filme, fica sabendo que finalmente terá um motivo para buscar rumos totalmente diferentes em sua vida: um filho. E filho muda tudo.

    Misturando elementos cômicos e dramáticos, Garçonete narra com eficiência e fluidez o drama de uma mulher que não sabe a própria força que tem. É uma espécie de crônica contra o imobilismo, um pequeno grito de liberdade que emana de um restaurantezinho perdido numa esquina qualquer do interior dos EUA, mas que tem poder de ecoar por todos os cantos. É a velha história de ser universal sem sair do seu quintal. O roteiro bem tramado e a direção, sóbria e segura, encontram respaldo numa ótima galeria de coadjuvantes, todos não apenas bem construídos, como também interpretados com muita eficiência, representando tipos humanos dos mais curiosos. Cada um deles daria um outro filme.

    A nota triste de Garçonete, porém, fica por conta da diretora e roteirista Adrienne Shelly, morta em novembro de 2006, pouco tempo depois de concluir o filme. Ela foi assassinada por um operário da construção civil, após ter discutido com ele por causa do barulho causado por uma reforma em seu prédio. Adrienne também atua como atriz no filme, no papel da garçonete tímida que busca o homem ideal em anúncios classificados.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus