GLÓRIA AO CINEASTA

GLÓRIA AO CINEASTA

(Kantoku · Banzai!)

2007 , 108 MIN.

Gênero: Comédia

Estréia: 06/03/2009

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Takeshi Kitano

    Equipe técnica

    Roteiro: Takeshi Kitano

    Produção: Masayuki Mori, Takio Yoshida

    Fotografia: Katsumi Yanagijima

    Trilha Sonora: Shinichirô Ikebe

    Elenco

    Anne Suzuki, Beat Takeshi, Kayoko Kishimoto, Kazuko Yoshiyuki, Keiko Matsuzaka, Toru Emori, Yoshino Kimura

  • Crítica

    06/03/2009 00h00

    Takeshi Kitano é um dos mais prolíficos cineastas japoneses, capaz de ter feito filmes tão distintos entre como Brother - A Máfia Japonesa Yakuza Em Los Angeles e Dolls. Além disso, Kitano é ator, atuando mais como comediante. Glória ao Cineasta mistura todas essas suas facetas. Exibido na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo de 2007, chega somente agora, quase dois anos depois, em circuito bastante restrito, prova de que o humor que o longa explora, tipicamente japonês, não é uma aposta da distribuidora.

    No filme, Kitano - assinando como Beat Takeshi, sua persona comediante - está à procura de uma idéia para seu novo longa-metragem. O filme acompanha suas tentativas de ter idéias novas e inéditas para um filme. Dessa forma, Glória ao Cineasta traz trechos das produções que ele imagina fazer, ao mesmo tempo em que mostra a frustração do cineasta ao encontrar inviabilidade em todos os projetos que idealiza.

    Glória ao Cineasta aborda as tentativas e fracassos do diretor em fazer um filme diferente de tudo que já foi feito. O gancho é perfeito para que o cineasta - no caso o Kitano real - possa também experimentar outros gêneros cinematográficos. Focando nas impossibilidades, salpicado pelo humor escrachado tipicamente japonês, Kitano acaba criando uma produção realmente inédita que consegue fazer o que muitas comédias nem chegam perto: tirar risadas do espectador.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus