HIMALAIA

HIMALAIA

(Himalaya - L'Enfance d'un Chef)

1999 , 104 MIN.

14 anos

Gênero: Aventura

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Eric Valli

    Equipe técnica

    Roteiro: Eric Valli, Jacques Perrin, Jean-Claude Guillebaud, Louis Gardel, Nathalie Azoulai, Olivier Dazat

    Produção: Christophe Barratier, Jacques Perrin

    Fotografia: Eric Guichard, Jean-Paul Meurisse

    Trilha Sonora: Bruno Coulais

    Elenco

    Gurgon Kyap, Karma Tensing Nyama Lama, Karma Wangiel, Lhakpa Tsamchoe, Thilen Lhondup

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Em tempos de correria e ansiedade urbana, a paz da imponente Cordilheira do Himalaia é um irrecusável convite ao relaxamento, na sala escura do cinema. Uma paz que pode ser deliciosamente saboreada no filme Himalaia, também conhecido no mercado internacional como Caravan.

    Co-produzido por França, Nepal, Suíça e Inglaterra, o filme tem na tragédia o seu ponto de partida. Numa época impossível de ser determinada, uma caravana retorna das montanhas com seu líder, Lapka, morto. Karma, o segundo na linha de comando da expedição, afirma que tudo foi um acidente, mas o velho Tinlé, avô de Lapka, não acredita na história. Tinlé acusa Karma de ter assassinado Lapka para, assim, assumir o comando da caravana. A pequena aldeia onde tudo acontece vive momentos de dúvidas e indecisões. Porém, a vida continua e uma outra expedição precisa enfrentar as montanhas do Himalaia, para vender na cidade o sal produzido na vila. Karma, jovem e forte, lidera a nova expedição, para a contrariedade de Tinlé, velho e experiente, que decide montar a própria caravana.

    Himalaia transporta para o teto de mundo a eterna luta pelo poder. O filme marca a estréia na direção do cineasta Eric Valli, que já havia trabalhado como diretor de segunda unidade em Sete Anos no Tibet.
    Uma estréia, aliás, mais do que promissora, já que Himalaia foi Indicado para o Oscar de melhor produção estrangeira de 2000 e ganhou os prêmios César de fotografia e trilha sonora. Também foi o vencedor do prêmio de público no Festival Locarno.

    Filmado no Dolpo, região nordeste do Himalaia, descoberta pelo mundo em 1952 e aberta aos turistas apenas em 1990, o filme foi feito a partir de uma história real e utilizou habitantes locais como atores.

    30 de julho de 2001
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista e crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Televisão, Canal 21, Band News e Rádio CBN. Às sextas-feiras, é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus