HORTON E O MUNDO DOS QUEM!

HORTON E O MUNDO DOS QUEM!

(Horton Hears a Who!)

2008 , 86 MIN.

anos

Gênero: Animação

Estréia: 14/03/2008

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Jimmy Hayward, Steve Martino

    Equipe técnica

    Roteiro: Cinco Paul, Ken Daurio

    Produção: Bob Gordon

    Trilha Sonora: John Powell

    Elenco

    Dane Cook, Isla Fisher, Jaime Pressly, Jim Carrey, Jonah Hill, Seth Rogen, Steve Carell, Will Arnett

  • Crítica

    14/03/2008 00h00

    Horton e o Mundo dos Quem! é o novo longa-metragem produzido pela Blue Sky Studios, que conta com o brasileiro Carlos Saldanha como um dos animadores. Ainda tentando atingir sucesso equivalente ao obtido com os dois A Era do Gelo, o estúdio investe em mais uma animação, desta vez inspirada na obra de Dr. Seuss, um dos escritores mais conhecidos da literatura infantil norte-americana, responsável, entre outros, pelas histórias que originaram O Grinch e O Gato.

    O Horton do título é um simpático elefante que vive numa floresta ao lado de criaturas não-identificáveis no mundo animal. Sua simpatia atrai a atenção de filhotes, que o seguem entre as árvores e lagos de seu habitat. Numa bela tarde, Horton ouve algo vindo de um grão sobre uma flor. Algo que parece ser um grito de socorro. O curioso é que no grão existe um pequeno mundo, o mundo da Quemlândia, habitado pelos quems. As criaturinhas nem imaginam que existe algo maior do que elas e já comemoram cem anos de boas e interruptas notícias. Mas terremotos, nevascas em pleno verão e nuvens em forma de redemoinhos parecem alertar aos quems que algo está errado, mas somente o prefeito da cidade parece perceber isso. Quando a voz de Horton chega até ele, a iminência de uma ameaça e, talvez, o fim de Quemlândia faz com que essa dupla improvável se junte contra as adversidades para conseguir salvar os microscópicos seres.

    Como todas as outras histórias do Dr. Seuss, Horton e o Mundo dos Quem! traz uma história absurda, vivida por personagens mais absurdos ainda. O que é excelente para trabalhar a imaginação do público infantil. Em termos de animação, Horton e o Mundo dos Quem! é um verdadeiro espetáculo, promovendo um desfile de técnica e criatividade na hora de recriar visualmente o universo criado por Seuss. As texturas dos personagens são de uma fidelidade impressionante; os olhos do urubu Vlad são assustadores, beirando o humano.

    No entanto, o argumento de Horton e o Mundo dos Quem! é mal-desenvolvido. Por isso, o público mais adulto pode se encontrar um tanto quanto entediado no meio da projeção. O longa não avança e a conclusão é previsível. Mas o filme vale a pena pelas técnicas em animação e aos simpáticos personagens, que devem impressionar principalmente aos menores.

    Na versão original - que entra em pouquíssimas cópias no mercado nacional -, Jim Carrey dubla Horton e Steve Carrell empresta seu humor ao prefeito da Quemlândia, função entregue ao comediante Tom Cavalcante na versão nacional. Neste sentido, especialmente quando se trata de conquistar o público mais crescido, Horton e o Mundo dos Quem! peca. Faltam piadas, talvez perdidas na tradução. Por mais que Marco Moreira, o dublador oficial de Carrey no Brasil, também represente a voz do comediante nesta animação, a impressão que fica é que a animação poderia ser mais engraçada em sua versão original.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus