JIMMY NEUTRON: O MENINO GÊNIO

JIMMY NEUTRON: O MENINO GÊNIO

(Jimmy Neutron: Boy Genius)

2001 , 82 MIN.

anos

Gênero: Animação

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • John A. Davis

    Equipe técnica

    Roteiro: John A. Davis, Steve Oedekerk

    Produção: Albie Hecht, John A. Davis, Steve Oedekerk

    Trilha Sonora: John Debney

    Estúdio: Nickelodeon Movies

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Conhecido da garotada pelas vinhetas e desenhos exibidos no canal Nickelodeon, Jimmy Nêutron é um garoto super inteligente, alegre, esperto e divertido que tem como maior diversão criar as mais fantásticas invenções. O personagem ganha agora a sua primeira aventura em longa-metragem – Jimmy Nêutron - O Menino Gênio – que estréia neste final de semana em todo o Brasil, rivalizando com outro desenho de qualidade: A Era do Gelo.

    Bastante simples, a trama fala dos apuros em que Jimmy se mete quando se vê obrigado a resgatar os próprios pais, seqüestrados por extraterrestres. E para isso, ele vai lançar mão de seus inventos mirabolantes.

    Jimmy Nêutron é assumidamente um desenho direcionado para o público infantil (principalmente o masculino), sem maiores pretensões de conquistar o mercado adulto. Seu roteiro é ágil, simples e ao mesmo tempo divertido e até certo ponto ingênuo. O personagem é carismático, já que subverte o clichê do chamado “CDF”: mesmo super inteligente e conhecedor de física, Jimmy é uma criança extrovertida e engraçada, não usa óculos pesados e tem uma hiperatividade própria de sua idade. O resultado é um desenho que – se não é genial como Jimmy – pelo menos entretém e diverte com qualidade.

    Jimmy Nêutron - O Menino Gênio é o azarão na próxima festa do Oscar, quando concorrerá ao lado de Shrek e Monstros S.A. ao prêmio de Melhor Animação de Longa-Metragem.

    21 de março de 2002
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista e crítico de cinema da Rádio CBN. Às sextas-feiras, é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus