JOGOS MORTAIS III

JOGOS MORTAIS III

(Saw III)

2006 , 107 MIN.

18 anos

Gênero: Terror

Estréia: 02/11/2006

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Darren Lynn Bousman

    Equipe técnica

    Roteiro: James Wan, Leigh Whannell

    Produção: Greg Hoffman, Mark Burg, Oren Koules

    Fotografia: David A. Armstrong

    Trilha Sonora: Charlie Clouser

    Estúdio: Evolution Entertainment, Saw 2 Productions, Twisted Pictures

    Elenco

    Alan Van Sprang, Angus Macfadyen, Bahar Soomekh, Barry Flatman, Betsy Russell, Bill Vibert, Billy Parrott, Brian Paul, Christopher Marren (voz), Costas Mandylor, Dan Sudek, Darrell Dennis, Debra McCabe, Dina Meyer, Donnie Wahlberg, Dylan Trowbridge, Franky G, J. LaRose, Jane Luk, Kelly Jones, Kim Roberts, Larry Yachimec, Leigh Whannell, Lyriq Bent, Mark Poyser, Mpho Koaho, Niamh Wilson, Nicholas Kaegi, Sandy Kellerman (voz), Sean Sullivan (voz), Shauna Black (voz), Shawnee Smith, Stefan Georgiou, Tim Burd, Vincent Rother, Zoe Heath

  • Crítica

    02/11/2006 00h00

    Definitivamente, a expectativa gerada em torno de Jogos Mortais 3 é maior do que o próprio filme. Não é uma produção ruim, muito menos pode ser taxado como "o pior filme de terror do ano", mas, se comparado aos outros filmes da trilogia, o espectador fica decepcionado. Visto como um longa-metragem único e isolado, sem comparações, agradaria muito mais. Mesmo assim, o terceiro longa da série já é o mais rentável: com custo de US$ 10 milhões, arrecadou US$ 34,3 milhões no fim de semana de sua estréia nos EUA - 8% a mais que o anterior.

    Em Jogos Mortais 3, Jigsaw (Tobin Bell) está à beira da morte, mas quer acompanhar o seu último jogo. Sua assistente Amanda (Shawnee Smith) seqüestra a médica Lynn (Bahar Soomekh) para mantê-lo vivo até que Jeff (Angus Macfadyen) passe por três testes distintos. Jeff é um homem transtornado que foi escolhido por Jigsaw por ter se tornado vingativo e obcecado com a morte de seu filho, deixando de lado os cuidados com sua outra filha. Lynn foi eleita por ser uma médica desleixada e fria com seus pacientes, além de distante de sua família.

    Darren Lynn Bousman está mais uma vez à frente da direção, repetindo a mesma linguagem visual utilizada em Jogos Mortais 2, com os invariáveis efeitos de edição que confundem a cabeça do espectador já atormentado com as cenas fortes. Esteticamente, Jogos Mortais 3 continua dando um show de efeitos especiais. Não se engane achando que as mortes estarão menos violentas. Pelo contrário: estão mais perversas e frias, tornando difícil manter os olhos abertos em alguns momentos. Parece que Bousman focou sua atenção em causar repulsa e calafrios no espectador. Com isso, a trama se torna fraca e desinteressante, ganhando força somente no final. Aliás, este continua incrível, podendo até mesmo ser considerado o melhor desfecho da trilogia.

    Shawnee Smith (Horas de Desespero) é o grande destaque do elenco. Ela interpreta uma Amanda diferente, mais forte e passional em relação ao segundo filme. Imprevisível, se torna o único suspense na produção. Quanto aos demais, com exceção de Tobin Bell, que manteve a linha do seu personagem, Angus Macfadyen (Coração Valente) e Bahar Soomekh (Missão: Impossível M:i:III) não conseguem transmitir o desespero que qualquer pessoa sentiria se estivesse no lugar deles. São muito corajosos, fazendo com que o público também não sinta medo, nem receio do que está por vir.

    Mais uma vez, existe um espaço para uma possível continuação, que já foi confirmada pela Lions Gate, produtora da série. Porém, o melhor a ser feito é parar enquanto o filme tem algum atrativo, a não ser que consigam surpreender de alguma forma muito criativa, sem se distanciar tanto da proposta inicial, como já está acontecendo.

    Jogos Mortais 3 não tem o mesmo vigor e tensão que os anteriores possuem; não há um clima de suspense, somente uma violência explícita que desagrada aos fãs que se apaixonaram pelas armadilhas e reviravoltas mirabolantes da série. No entanto, encanta aos espectadores mais sanguinários, que se interessaram por filmes como O Albergue e Abismo do Medo.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus