JOY DIVISION

JOY DIVISION

(Joy Division)

2007 , 93 MIN.

14 anos

Gênero: Documentário

Estréia: 06/06/2008

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Grant Gee

    Equipe técnica

    Produção: Jacqui Edenbrow, Tom Astor, Tom Atencio

    Fotografia: Grant Gee

    Elenco

    Annik Honore, Anton Corbijn, Kevin Cummins, Pete Shelley, Peter Hook, Richard Boon, Stephen Morris, Terry Mason, Tony Wilson

  • Crítica

    06/06/2008 00h00

    Grant Gee é um diretor conhecido no mercado musical. Além de assinar videoclipes, também dirigiu o documentário Meeting People Is Easy (1998), produção independente sobre a banda Radiohead. Agora, ele se insere completamente no universo do grupo de pós-punk inglês Joy Division em documentário que leva seu nome.

    O longa usa depoimentos para retratar a trajetória do grupo, mostrando os próprios protagonistas desta história falando sobre a carreira da banda e, claro, Ian Curtis, o vocalista da banda que cometeu suicídio na véspera do Joy Division encarar a primeira turnê pelos EUA.

    Joy Divison conta com pequenos tesouros da breve trajetória da banda, como gravações raras e depoimentos sensacionais, ajudando a formar um painel sobre o grupo. Destaque para o de Tony Wilson, apresentador de TV e fundador da gravadora Factory - lendária em Manchester, retratada em A Festa Nunca Termina, totalmente recomendado também - antes de morrer, o que ocorreu em 10 de agosto de 2007.

    Ao lado de outro longa-metragem, Control (cinebiografia de Curtis), Joy Division delineia um interessante retrato não somente da banda que nomeia a produção, mas também abre a possibilidade dos entrevistados de falarem sobre como conseguiram seguir em frente após o suicídio do vocalista para formar outra banda, o New Order - talvez mais famosa ainda que o próprio Joy Division.

    Joy Divison é um documentário "careta" que, sem firulas cinematográficas, apresenta um excelente trabalho de pesquisa em torno da curta trajetória do Joy Division, tornando-se eficiente nesta proposta.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus