LAVOURA ARCAICA

LAVOURA ARCAICA

(Lavoura Arcaica)

2001 , 163 MIN.

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Luiz Fernando Carvalho

    Equipe técnica

    Roteiro: Luiz Fernando Carvalho

    Produção: Elisa Tolomelli, Luiz Fernando Carvalho

    Fotografia: Walter Carvalho

    Trilha Sonora: Marco Antônio Guimarães

    Estúdio: VideoFilmes

    Elenco

    Alcici Júnior, Caio Blat, Christiana Kalache, Fábio Luiz Marinho de Oliveira, Felipe Abreu Salomão, Juliana Carneiro da Cunha, Kalil Ibrahim Mansur, Laura Hallack Ferreira, Leda Samara Antunes, Leonardo Medeiros, Mônica Nassif, Pablo César Câncio, Raphaela Borges David, Raul Cortez, Renata Rizek, Samir Muci, Selton Mello, Simone Spoladore, Sula Moreira Miana

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Lavoura Arcaica é um dos filmes brasileiros mais esperados dos últimos anos. Já há aproximadamente três anos comenta-se que o diretor estreante Luiz Fernando Carvalho havia se dedicado de corpo e alma na adaptação cinematográfica do difícil livro homônimo de Raduan Nassar. Muito se falou sobre o perfeccionismo do cineasta (responsável também pelo roteiro e edição do filme) e sobre o apuro técnico e visual que a obra estaria ganhando. Após tanta expectativa, Lavoura Arcaica entra finalmente em cartaz. E não decepciona.

    A trama mostra André (Selton Mello), um dos filhos de uma numerosa família de agricultores, que repentinamente abandona a casa e a fazenda, para a tristeza de todos. Pedro (Leonardo Medeiros), o irmão mais velho, sai à sua busca e tenta entender o que teria levado André a cometer um ato tão intempestivo. Aos poucos, percebe-se que o rapaz tinha motivos de sobra para a fuga.

    Visualmente, Lavoura Arcaica é deslumbrante. A fotografia de Walter Carvalho (o mesmo de Central do Brasil) enche os olhos do espectador em cada um dos longos 163 minutos de projeção. A trilha sonora de Marco Antonio Guimarães (em seu primeiro trabalho no cinema) é uma sinfonia de sensações, variando sensivelmente entre a reflexão calma e a intensidade dramática exigida pela profundidade do tema. Um primor. O texto, por outro lado, cai pesado como um tijolo. São monólogos e diálogos gigantescos, difíceis, que certamente devem ter exigido o máximo das forças dos atores principais, principalmente, de Selton Mello. É neste particular que o filme não esconde sua origem literária.

    Não espere concessões comerciais: Lavoura Arcaica não tem a menor pretensão de ser um trabalho fácil para o grande público. Sua proposta é perturbar, instigar, mexer o mais fundo possível em temas familiares considerados tabus. Uma obra muito pessoal de Luiz Fernando Carvalho, um dos principais diretores do núcleo de novelas da TV Globo, onde realizou Renascer e O Rei do Gado, entre outros. Carvalho também estava cotado para dirigir Terra Nostra, mas abriu mão do projeto exatamente para finalizar Lavoura Arcaica. O elenco traz ainda Simone Spoladore, Caio Blat e Juliana Carneiro da Cunha.

    Prepare-se, leve um lanchinho e se aventure nesta nova experiência. Não foi por acaso que o filme ganhou o importante prêmio de Melhor Contribuição Artística no Festival de Montreal.

    7 de novembro de 2001
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista e crítico de cinema da Rádio CBN. Às sextas-feiras, é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus