LUCAS - UM INTRUSO NO FORMIGUEIRO

LUCAS - UM INTRUSO NO FORMIGUEIRO

(Ant Bully)

2006 , 89 MIN.

anos

Gênero: Animação

Estréia: 07/09/2006

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • John A. Davis

    Equipe técnica

    Roteiro: John A. Davis

    Produção: Gary Goetzman, John A. Davis, Tom Hanks

    Fotografia: Ken Mitchroney, Michael A. Wallace, Shane L. Wapskineh

    Estúdio: Warner Bros

    Elenco

    Alan Cumming, David Kaye, Jake T. Austin, Julia Roberts, Larry Cedar, Myles Jeffrey, Nicolas Cage, Paul Giamatti, S. Scott Bullock, Zach Tyler

  • Crítica

    07/09/2006 00h00

    Lucas - Um Intruso no Formigueiro marca a estréia de outro estúdio no filão das animações digitais, a Warner Bros, em parceria com a DNA Productions (criadora da série e do filme com o personagem Jimmy Neutron). Adaptação de best seller infantil inédito no mercado brasileiro, a produção é dirigida por John A. Davis (Jimmy Neutron: O Menino Gênio).

    Lucas é o personagem central desta história. Como tantos meninos de dez anos, ele é atormentado pelos fortões da vizinhança. Incapaz de revidar, desconta sua raiva nas formigas do seu jardim, que, em seu mundo reduzido, conhecem Lucas como "O Destruidor". Lá, o mago Zoc (voz de Nicolas Cage na versão original) procura por uma solução para livrar sua colônia dos tormentos provocados pelo menino. Quando ele descobre uma poção mágica, resolve aplicar em Lucas. De repente, ele é reduzido ao tamanho de uma formiga. Seqüestrado pelos insetos, é obrigado a trabalhar no formigueiro sob a tutela da adorável Hova (voz de Julia Roberts na versão original), namorada de Zoc.

    Como qualquer outra produção destinada ao público infantil, Lucas - Um Intruso no Formigueiro traz uma mensagem edificante relacionada ao amadurecimento do protagonista. Ao mesmo tempo, seu roteiro traça visíveis paralelos com o momento geopolítico atual, especialmente quando pensamos nos personagens mais fortes desrespeitando os que não entende. Qualquer relação com a política norte-americana em relação aos países do Oriente Médio não deve ser mera coincidência.

    Vale destacar a qualidade da animação de Lucas - Um Intruso no Formigueiro. A composição das formigas, cada uma com suas características físicas e expressões, é caprichada e realista. As piadas funcionam, independente da idade do espectador, o que torna a animação melhor do que o esperado.

    Lucas - Um Intruso no Formigueiro não revoluciona o cinema de animação digital, nem pretende, mas é uma bela fábula sobre a vida em sociedade (e como ela deveria funcionar) e o respeito ao próximo. Merece ser visto.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus